Traduza para outra Lingua!

terça-feira, 8 de novembro de 2016

A CONTRADITÓRIA DOUTRINA MÓRMON

Por NATANAEL RINALDI

O mormonismo foi fundado por Joseph Smith Jr., tendo por base a sua primeira visão, segundo a qual, após orar pedindo a Deus por sabedoria a fim de saber a qual igreja deveria se unir, o próprio Deus Pai, acompanhado pelo Senhor Jesus, lhe apareceram e declararam que todas as igrejas haviam apostatado e estavam corrompidas. Disse ele certa vez, acerca de seus ensinos: "Quando vos ensinei algo errado desta tribuna? Alguma vez já me viste confuso?".
Com este artigo, pretendemos que o leitor chegue às suas próprias conclusões, ou seja, se os ensinos do fundador do mormonismo são ou não confusos. Depois, temos a sugestão dos próprios mórmons para desmascarar o fundador dessa seita, caso seus ensinos não correspondam à verdade.
Este desafio, feito pelos próprios mórmons, foi lançado nos seguintes termos: "O mormonismo, como é chamado, tem que resistir ou cair com a história de Joseph Smith . Se Joseph Smith foi um impostor que tentou deliberadamente induzir o povo ao erro, ele deve ser desmascarado, refutadas suas asseverações e provada a falsidade de suas doutrinas, pois é impossível fazer que as doutrinas de um impostor concordem em todos os pormenores com a verdade divina. Se suas afirmativas e declarações fossem baseadas na fraude e impostura, apareceriam muitos erros e contradições, fáceis de averiguar. As doutrinas dos falsos mestres não resistem à prova quando confrontadas com os padrões de medida comprovados, as Escrituras" .
Assim, nos baseamos nestas declarações dos mórmons, através deste artigo, mostrarmos a confusão que impera no mormonismo, uma vez que Deus não é Deus de confusão, como aparenta ser o deus dos mórmons.
A seguir, algumas contradições encontradas nos escritos mórmons, para que possamos avaliar se a sua doutrina é ou não confusa.

1. Deus é um homem exaltado?

Os mórmons declaram que não, afirmando que Ele é Espírito: “E disse-lhe Amon: Este é Deus. E disse-lhe mais: Crês tu que este Grande Espírito, que é Deus, criou todas as coisas que estão no céu e na terra?” (Alma 18.28).
Em outras publicações, declaram que sim, como podemos ver: “Sim, o próprio Deus já foi como somos agora - Ele é um homem exaltado, entronizado em céus distantes!” , “O Pai possui um corpo de carne e osso tão tangível como o do homem” .
Em contraste com esta segunda afirmação, a Bíblia declara que Deus não é homem: “Deus não homem para que minta” (Nm 23.19a); ao contrário, afirma claramente que Deus é Espírito (Jo 4.24).

2. O Pai, o Filho e o Espírito Santo são um só Deus ou existe uma pluralidade de deuses?

Os mórmons declaram que os três são um só Deus: “O Pai, o Filho e o Espírito Santo são um Deus, infinito e eterno, sem fim. Amém”, “E cantar louvores eternos ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo, que são um Deus” (Mórmon 8.7).
Mas se contradizem quando afirmam haver uma pluralidade de deuses: “Eu sempre declarei que Deus é um personagem distinto, que Jesus Cristo é um personagem separado e distinto de Deus, o Pai, e que o Espírito Santo é outro personagem distinto, e é Espírito; são três distintos e três deuses. Se essa posição concorda com o Novo Testamento, olhai! Vede! Temos três deuses” . “Muitos homens dizem que há um Deus: o Pai, o filho e o Espírito são apenas um Deus. Que Deus estranho – digo eu - três em um e um em três! Que curiosa organização!” .
A Bíblia declara que há um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas, o Pai, o Filho e o Espírito Santo: “Porque três são os que testificam no céu: o Pai, a Palavra, e o Espírito Santo; e estes três são um” (I Jo 5.7). Ver também Gn 1.1,26, 2 Pe 1. 17, 1 Jo 5.20 e At 5.3,4.

3. Deus é eterno?

Declaração mórmon afirmando que sim: “Pois sei que Deus não é um Deus parcial, nem variável; ao contrário, é imutável de eternidade a eternidade” (Moroni 8.18).
A contradição, alegando que não: “Temos imaginado e suposto que Deus é Deus desde todo o sempre. Eu refutarei esta idéia e retirarei o véu” .
A Bíblia nos ensina que Deus é eterno: “O Deus eterno é a tua habitação, e por baixo estão os braços eternos" (Dt 33.27). “Antes que os montes nascessem, ou que tu formasses a terra e o mundo, mesmo de eternidade a eternidade, tu és Deus” (Sl 90.2).

4. Deus é um ser mutável?

Não, afirmam os mórmons: “Por meio destas coisas, sabemos que há um Deus nos céus, que é infinito e eterno, de eternidade em eternidade, o mesmo Deus imutável, o criador dos céus e da terra, e de todas as coisas que neles há” , “Porque eu sou o Senhor e não mudo" (3 Nefi 24.6).
Sim, declaram os mórmons: “O próprio Deus já foi como somos agora” , “Vou contar-lhes como Deus veio a ser Deus” .
A despeito das dúvidas lançadas pelos mórmons, o próprio Deus diz na Bíblia que Ele não muda: “Porque eu, o Senhor, não mudo” (MI 3.6).

5. Podem os homens tornar-se deuses?

Declaração dos mórmons afirmando que não, pois não existe mais de um Deus: “Disse então Zeezrom: Existe mais de um Deus? E ele respondeu: Não” (Alma 11.28,29). Mas se contradizem quando dizem que sim: “Então serão deuses, porque terão todo o poder e os anjos lhe serão sujeitos” , “Como o homem é, Deus foi; como Deus é, o homem poderá vir a ser” .
A Bíblia diz que os homens não podem se tomar deuses, e quanto a isso afirma: “Antes de mim deus nenhum se formou, e depois de mim nenhum haverá” (Is 43. 10).

6. Deus criou o homem?

Declaração mórmon: “E eu, Deus, criei o homem a minha própria imagem" (Moisés 2.27 - Pérola de Grande Valor). Contradição: “O homem também no princípio estava com Deus. Pois o homem é espírito” .
Segundo a infalível Palavra de Deus, Deus criou homem: “E Formou o Senhor Deus o homem do pó terra” (Gn 2.7).

7. Jesus nasceu de uma virgem?

Sim, dizem eles: “E eis que nascerá de Maria, em Jerusalém, que é a terra de nossos antepassados. Ela será virgem, um vaso precioso e escolhido, o Espírito Santo a cobrirá com sua sombra e ela conceberá pelo poder dele e gerará um filho, sim o próprio Filho de Deus” (Alma 7.10). Não, dizem eles: “Cristo não foi gerado pelo Espírito Santo. Dizem que o Livro de Mórmon afirma que Jesus foi gerado Espírito Santo. Eu desafio tal afirmação. O livro de Mórmon não ensina isso! Tampouco a Bíblia” .
A Bíblia declara que Jesus nasceu de uma virgem: “Ora, o nascimento de Jesus foi assim: Estando Maria, sua mãe, desposada com José, antes de se ajuntarem, achou-se ter concebido do Espírito Santo” (Mt 1. 1 8).

8. Jesus é o caminho da salvação?

Os mórmons dizem que sim: “Eis que Jesus Cristo é o nome dado pelo Pai, e não há outro nome pelo qual o homem se possa salvar” . “E não haverá nenhum outro caminho ou meio pelo qual os filhos dos homens possam obter sua salvação, que não seja em nome de Cristo, e através de Cristo, o Senhor Onipotente” (Mosiah 3.17). Contradição: “Não há salvação sem aceitação de Joseph Smith. Nenhum homem pode rejeitar esse testemunho sem incorrer nas mais terríveis conseqüências, pois não poderá entrar no reino de Deus” .
A Bíblia, no entanto, é clara ao dizer: “Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim” (Jo 14.6).

9. O sangue de Jesus nos purifica de todo pecado?

Declaração mórmons dizendo que sim: “Os homens bebem condenação para suas próprias almas, a não ser que se humilhem e se tornem como as criancinhas, e acreditem que a salvação foi, é e há de ser pela expiação do sangue de Cristo, o Senhor Onipotente” (Mosiah 3.18). “Lembrai-vos de que não há nenhum outro caminho ou meio pelo qual o homem possa salvar-se, senão por meio do sangue expiatório de Jesus Cristo” (Helamã 5.9). Contradição: “Estais cientes de que existem certos pecados que o homem pode cometer para os quais o sangue expiador de Cristo de nada vale? Não sabeis também que esta doutrina é ensinada no Livro de Mórmon?” . A Bíblia declara que o sangue de Jesus nos purifica de todo o pecado: "O sangue de Jesus Cristo, seu filho, nos purifica de todo o pecado" (1 Jo 1.7).

10. Podemos orar a Jesus?

Declaração mórmon: “E eis que eles começaram a orar; e oravam a Jesus, chamando-o seu Senhor e seu Deus” (3 Nefi 19.18). Contradição mórmon: “Outro perigo é esses envolvidos muitas vezes começarem a orar a Jesus por sentirem uma amizade toda especial por ele” .
A Bíblia declara que devemos orar a Jesus: "Como todos os que em todo o lugar invocam o nome de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor deles e nosso" (1 Co 1.2).

11. A salvação é pela graça ou pelas obras?

Declaração mórmon: “E sabemos também que a justificação pela graça de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo é justa e verdadeira” . Contradição: “Para que, guardando os mandamentos, pudessem ser lavados purificados de todos os seus pecados” . “Cremos que, por meio do sacrifício expiatório de Cristo, toda a humanidade pode ser salva pela obediência às leis e às ordenanças do evangelho” .
A Bíblia declara que a salvação é pela graça, não por obras: "Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras para que ninguém se glorie" (Ef 2.8,9).

12. Existe salvação após a morte?

Os mórmons dizem que não: “Porque se protelares o dia do vosso arrependimento para o dia da vossa morte, eis que vos tereis submetido ao espírito do diabo, que vos selará como coisa sua, é este o estado dos ímpios” (Alma 34.35). Os mórmons dizem que sim: “E agora, meus queridos e amados irmãos e irmãs, eu vos asseguro que estes são princípios referentes aos mortos e vivos que não podem ser encarados com descuido, no que diz respeito à nossa salvação. E eis que, qual é o assunto? É o batismo pelos mortos. Pois nós, sem eles, não podemos ser aperfeiçoados, nem podem eles, sem nós, ser aperfeiçoados” , “A maior responsabilidade neste mundo que Deus nos impôs é a de buscar nossos mortos” .
A Bíblia declara que não existe salvação após a morte: "E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo" (Hb 9.27). Como vimos, o mormonismo é uma crença cheia de contradições e, baseados em suas próprias afirmações, chegamos à conclusão de que seus ensinos são falsos. O mormonismo não é cristianismo.

Notas:

Ensinos do profeta Joseph Smith Jr, Joseph Fielding Smith, p. 359.
Doutrinas de Salvação, vol. 1, Joseph Fielding Smith, p. 204.
Mesmo livro citado, p. 205.
Ensinos do profeta Joseph Smith Jr, Joseph Fielding Smith, p. 336.
Doutrina e Convênios 130.22.
Doutrina e Convênios 20.28.
Ensinamentos do profeta Joseph Smith Jr, Joseph Fielding Smith, p. 361,362.
Mesmo livro citado, p. 364.
Mesmo livro citado, p. 337.
Doutrina e Convênios 20.17.
Ensinamentos do profeta Joseph Smith Jr, Joseph Fielding Smith, p. 336.
Mesmo livro citado, p. 337.
Doutrina e Convênios 132.20.
Estado das Regras de Fé, James E. Talmage, p. 389.
Doutrina e Convênios 93.29,33.
Doutrinas da Salvação, vol. 1, p. 21.
Doutrina e Convênios 18.23.
Doutrinas da Salvação, vol. 1, p. 206.
Mesmo livro citado, p. 145.
Vinde a Cristo, p.47.
Doutrina e Convênios 20.30.
Mesmo livro citado, 76.52.
As regras da fé da igreja, 3º artigo.
Doutrina e Convênios 128.15,18.
Ensinamentos do profeta Joseph Smith, p. 348.

http://www.icp.com.br/44materia3.asp