Traduza para outra Lingua!

terça-feira, 19 de julho de 2011

O EGIPCIO REFORMADO!


Hoje o assunto é a tal suposta língua denominada “egípcio reformado”! Vamos dar uma olhada no que diz no Livro de Mórmon sobre essa língua:

“E agora, eis que escrevemos este registro de acordo com nosso conhecimento, em caracteres denominados por nós egípcio reformado, sendo transmitidos e alterados por nós segundo nossa maneira de falar. E se nossas placas tivessem sido suficientemente grandes, teríamos escrito em hebraico; mas o hebraico também foi alterado por nós; e se tivéssemos escrito em hebraico, eis que nenhuma imperfeição encontraríeis em nosso registro. Mas o Senhor sabe as coisas que escrevemos e também que nenhum outro povo conhece nossa língua; e porque nenhum outro povo conhece nossa língua, ele preparou, portanto, meios para a sua interpretação”. (Mórmon 9:32-34)

Primeiro! Farei várias perguntas. Tenho certeza de que nenhum representante da Igreja quer seja membro ou líder, menor ou maior poderá respondê-las com destemor. Por que as placas não eram suficientemente grandes? Os nefitas não eram experientes hábeis no domínio da fundição de metais? Por que então não fizeram placas maiores para que o suposto texto sagrado fosse escrito na língua oficial dos judeus? Não eram os nefitas descendentes dos judeus? Porque escreveriam numa língua pagã os seus textos sagrados? Segundo Joseph Smith Jr., os hieróglifos eram "egípcio reformado", língua "que nenhum homem conhece.” Desta forma, o Livro de Mórmon supostamente foi revelado. Joseph Smith Jr. dizia que esse egípcio reformado era uma língua que homem algum conhecia, mas era a língua na qual Mórmon (o pai de Moroni) escreveu as placas de ouro ao redor do ano 384 a 421 d.C., pouco antes de morrer.

Martin Harris foi uma das "três testemunhas" do Livro de Mórmon. Pediram lhe que hipotecasse sua fazenda para ajudar a publicar e distribuir o Livro de Mórmon. Como cautela, Harris foi ao professor Charles Anthon, renomado erudito da Universidade de Columbia, com uma ou duas páginas de caracteres do "egípcio reformado.” Depois de examinar o material, Anthon preveniu a Harris que estava sendo vítima de uma fraude. Os caracteres não eram hieróglifos egípcios. Entretanto, Joseph Smith Jr. afirmou em sua suposta revelação, “Pérola de Grande Valor”, que Anthon havia dito: "que a tradução estava correta, muito mais que qualquer outra tradução que ele tinha visto antes, traduzida do egípcio. Então lhe mostrei aqueles que ainda não haviam sido traduzidos e me disse que eram egípcios, caldeus, assírios e arábicos; e disse que eram caracteres verdadeiros" (Pérola de Grande Valor 2:64). A afirmação de Joseph Smith Jr. suscita vários problemas. Ele disse que o egípcio reformado é uma língua completamente perdida "que nenhum homem conhece”. Entretanto, eis alguém que sem nenhuma "revelação divina" podia lê-lo! Nem mesmo Joseph Smith Jr. podia fazer isso! E Anthon o fez sem o Urim nem o Tumim! 

Interessante! Por que será que nos papéis apresentados, por Martin Harris a Charles Anthon continham caracteres caldeus, assírios e arábicos, se as placas de ouro tinham sido escritas somente em egípcio reformado?

Uma vez que esta teria sido a primeira e única tradução do egípcio reformado por mais de mil anos, como é que Anthon podia ter dito que era a tradução mais correta do egípcio que ele já vira? Como é que ele podia saber se a tradução inglesa era correta ou não? É bom lembrar aqui, que esse suposto egípcio reformado foi uma língua alterada, portanto, não era a língua egípcia pura.

Tem mais, os Líderes d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias afirmam que o incidente com Anthon cumpriu Isaías 29:11, 12: "Toda a visão já se vos tornou como as palavras dum livro selado que se dá ao que sabe ler, dizendo: Lê isto, peço te; e ele responde: Não posso, porque está selado; e dá se o livro ao que não sabe ler, dizendo: Lê, peço te; e ele responde: Não sei ler." Se lermos a passagem com cuidado, veremos que o assunto principal é a condição do povo naquela época. Não se refere a um livro em época futura.

Ainda assim, Anthon nunca obteve um livro completo, somente algumas folhas com alguns caracteres. Mas Harris, segundo Joseph Smith Jr. em “Pérola de Grande Valor”, disse ter Anthon afirmado ser correta a tradução. Ele somente podia dizer isto se pudesse lê-lo. Mas Isaías disse que "o que sabe ler não podia ler porque estava selado.” Se Joseph Smith Jr. pudesse passar no teste, eu ficaria contente em aceitá-lo como Profeta de Deus. Infelizmente, ele não pôde.

O ponto central desta história toda é uma carta que o professor Anthon escreveu, sete anos mais tarde, a E.D. Howe, em 17 de fevereiro de 1834. "A história toda acerca de eu ter dito que a inscrição Mórmon fosse hieróglifo do egípcio reformado é totalmente falsa... logo cheguei à conclusão de que tudo não passava de um truque um embuste talvez... O papel continha tudo menos hieróglifos egípcios.”

Cada dia, eu encontro mais absurdos relacionados ao mormonismo. É uma pena que eu não tinha a minha aberta para esses fatos, quando era membro. Não tinha internet e os livros não estavam disponíveis como hoje. Além da internet, posso ter ajuda de outros ex-Mórmons. Recebi muitos materiais diretamente dos Estados Unidos, de ex-Mórmons que também fazem um trabalho semelhante ao meu por lá, para me ajudar nas publicações deste blog. 

Nada que qualquer membro ativo do mormonismo me disser poderá me convencer a retroceder. Gostaria de lembrá-los, de que conheço mais o mormonismo do que imaginam. Na verdade, estudo isso há anos. Vivi o mormonismo, sei como é sua doutrina e seus ensinamentos. Conheço os líderes que presidem essa Igreja e não os reconheço, de forma alguma, como representantes de Deus na Terra. Para mim, julgo-os representantes da esperteza, isso sim. Sempre tem muitos iludidos, como eu mesmo fui no passado, que ainda seguem seus ensinamentos.



Texto adaptado por Antonio Carlos Popinhaki a partir de:

Floyd C. McElveen - A Ilusão Mórmon

Carta do professor Charles Anthon a E.D. Howe, 17 de fevereiro de 1834. Disponível em: http://www.lds-mormon.com/anthon.shtml

http://investigacoessud.blogspot.com/2009/11/livro-de-mormon-6-um-estudo-linguistico.html

19 comentários:

  1. Ernesto Che (ex presidente de estaca)19 de julho de 2011 22:12:00 BRT

    Para Paulo Henrique: Quem tem que provar é a igreja que diz ser o l d mormon um documento historico. Até agora só foram balelas... Enquanto uma universidade idonea, vários pesquisadores conceituados provarem por meios de fatos, documentos, objetos q o l d mormon é real de nada valerá um debate sobre ele... Somente poderemos ficar na teoria das hipóteses. Mas esta pergunta é inquietante: POrque não há nada que o mostre como sendo um registro real tal como a bíblia? Deus não é o mesmo? Porque deus expõe os locais bíblicos e esconde os do l d mormon? Isto não é testar fé nenhuma, mas sim brincar de escond-esconde... Onde está o profeta mórmon que nada mais é do que um líder que faz discursos motivacionais! Porque ele não revela locais, objetos...

    Para eu acreditar em uma religião terá que ser pela razão e não por suposições meu caro amigo P. henrique...

    Pode se questionar se hove a travessia do mar vermelho, mas não se pode questionar se o mar vermelho existe ou não? Entende?

    Conheço o mormonismo muito mais do que vocês imaginam...

    Zaraenla existe? Até então não por consequência tudo que a cerca também não...

    ResponderExcluir
  2. Ernesto Che (ex presidente de estaca)19 de julho de 2011 22:22:00 BRT

    fjaoirjafjascm kfjarfalfasm m jfafffk mfpsjfsf mffeporf54648l msfjpjf... São caracteres traduzidos de uma lingua nativa indigina da tribo Minuano que habitava o Sul do continente.... Assim como o egipcio reformado...

    Me desculpa Antonio Carlos, mas ao ler certos argumentos que defendem esta língua como sendo inspirada por deus, simplesmente acho hilário.

    Tem coisas que nem Freud explica...

    ResponderExcluir
  3. Quem tem que provar alguma coisa aqui são os Mórmons e não os Ex-Mórmons. Achas mesmo que temos que provar que o "fabuloso" Livro de Mórmon é verdadeiro? Como comprovaríamos a existencia de elefantes nas Américas? como poderiamos dizer que houve metalurgia antes de Colombo? Como explicaríamos o sumiço das cidades e moedas dos Nefitas? Como poderíamos provar a tal língua Egipcio reformado? Simplesmente para nós Ex-Mormons isso seria impossível. Mas cremos, que para os "Santos" profetas, que falam com Deus, isso seria totalmente moleza. Portanto, Os Mórmons é que têm que provar algo aqui, não nós.

    ResponderExcluir
  4. Ernesto Che (ex presidente de estaca)19 de julho de 2011 22:37:00 BRT

    Concordo plenamente em gênero, número e grau...rsrsr

    Mudando de assutnto: um dia destes meu cunhado que é bispo pediu para minha irmã que ela fizesse mais visitas e que tinha que melhoar neste aspecto para que ele pudesse cobrar dos demais membros. Ela comentou comigo e está se sentindo encomodada com isto... Eu disse: Mas ser mórmon não é ser feliz???? rsrssr. Desculpa desviar o assunto...

    ResponderExcluir
  5. exhwhineNunca acreditei que esse "egípcio reformado" tenha existido, principalmente nas américas. A língua oficial dos judeus "supostamente" nefitas e lamanitas seria o "hebreu" e não esse egípcio.
    Questões como essa acima ainda não foram respondidas historicamente pelos mórmons. Abaixo coloco mais algumas questões inyeressantes:

    Os mórmons falam de uma jeito como se as pessoas que criticam ou questionam estejam erradas e só eles (os mórmons) estão certos. Hoje, afastado da doutrina mórmon, vejo que os mórmons são uma empresa rica e lucrativa revestida com manto religioso.
    As doutrinas mórmons são duvidosas e os mórmons frequentemente não entram em detalhes sobre doutrinas profundas e evitam comentar sobre essas doutrinas. Sempre transferem as questões para o lado espiritual e sentimental, nunca para o campo de provas e comprovações científicas.
    Questões pendentes para explicação dos mórmons:
    1) A poligamia
    2) A poliandria (troca de esposas)
    3) A pedofilia (casamentos com jovens menores de idade)
    4) As citações racistas de Brigham Young, Josrph Fielding Smith, Bruce MacKonkie e outros
    5) O livro de mórmon - as placas sumiram? As moedas e artefatos citados no livro de mórmon, onde se encontram? As cidades nefitas, lamanitas, onde se localizam? A questão do DNA o que a igreja responde sobre sobre os testes de DNA que provam que descendentes de índios americanos são asiáticos e não israelitas como a igreja mórmon afirma
    6) Os templos com rituais maçonicos adaptados ao mormonismo, até agora não foi explicado sobre esse plágio do mormonismo, afinal Jose Smith foi um maçon e há suspeitas fortes de cópia da maçonaria
    7) As citações de José Smith sobre homens na lua, um absurdo até agora não explicado o porque disso
    8) A reserva de caça mormon nos Estados Unidos onde caçadores pagam para matar animais
    9) O shoping City Creed nos Estados Unidos construido com dizimos inclusive dos brasileiros mormons, um investimento de bilhões de dolares para beneficio dos mormons americanos e não dos mórmons brasileiros
    10) Falta explicação sobre mormons ricos que possuem rede de hotel famosa em todo mundo e que oferecem pornografia, cigarros e bebidas alvoolicas aos hospedes
    11) Falta explicar sobre os mormons em Las Vegas, a cidade do pecado, onde existe um templo mormon lá e muitos membros ativos trabalham em cassinos e casas de jogos (se um mormon brasileiro por exemplo abrir um barzinho ele será até excomungado ou se trabalhar num bar será aconselhado a sair desse serviço)
    12) O livro Perola de Grande Valor já foi provado que é uma fraude e que caracteres egipcios "reformado" foram modificados por Smith
    13) As várias polêmicas pregadas pelos mormons: poligamia voltará a existir, sacrificio de animais voltará a existir, etc...
    14) O jardim do Eden segundo os mormons ficava nos Estados Unidos. Já foi provado que isso é errado.

    Esses exemplos são só alguns que citei. Uma igreja para ser chamada Igreja de Cristo precisa ser perfeita e ilibada, não pode ter defeitos ou doutrinas falhas e dubias.

    Não discuto rumores e achismos, quero provas biblicas.

    OBS: é muito comodo para os mórmons transferir a responsabilidade de descobrir as doutrinas mormons através de orações e sentimentos. Quem precisa mostrar e provar as doutrinas são os mormons e não quem pesquisa.

    ResponderExcluir
  6. Edson e amigos!
    O que me impressiona é que mesmo mostrando todas essas evidências, não conseguimos tirar a venda dos membros alienados da Igreja. É incrível a força de persuasão que a doutrina exerce sobre seus membros. Parece que não podem ver além de seus próprios narizes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo tem um propósito, o Senhor sabe o que faz! Você que está se corrompendo, negando aquilo que já viveu e sabe que é verdade! Esta é a igreja de Jesus Cristo! Não tenho nenhuma dúvida sobre isso! Você é de
      pouca fé, usa da sabedoria dos homens e não a do Senhor! Um dia você será cobrado e se arrependerá de tudo isso!

      Excluir
  7. blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá ...

    ResponderExcluir
  8. popinhaki voce é muito apelão, todo mundo ve que essas coisas que vc esta acusando nao sao verdade

    ResponderExcluir
  9. Sei que o livro de Mórmon é verdadeiro, não tenho nenhuma sombra de dúvidas da veracidade deste livro, e sei por min mesmo que ele é verdadeiro, poque eu perguntei para quem tem toda a sabedoria que é o Pai Celestial ,e ele mesmo disse: E, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a Deus, que a todos dá liberalmente, não o lança em rosto e ser-lhe-á dada (Thiago 1:5), e também perguntei em nome de Cristo,com fé , real intenção, de nada duvidando e acreditando que receberia e recebi a resposta , E eis que desejo exortar-vos, quando lerdes estas coisas´caso Deus jugue prudente que as leiais, a vos lembrardes quão misericordioso tem sido o senhor para com os filhos dos homens, desde a criação de Adão até a hora em que receberdes estas coisas, e a meditardes sobre isso em vosso coração.E quando receberdes estas coisas, eu vos exorto a perguntardes a Deus, o Pai Eterno, em nome de Cristo,se estas coisas não são verdadeiras; e se perguntardes com um coração sincero e com real intenção, tendo fé em Cristo, ele vos manifestará a verdade delas pelo poder do Espirito Santo. E pelo poder do Espirito Santo podeis saber a verdade de todas as coisas (Morôni 10:3-5).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que eu acho mais engraçado é que todos falam a mesma coisa.. parece que foi decorado sei lá! kkkkkkkkkkk
      lavagem cerebral

      Excluir
  10. Walison!

    Você perguntou para Deus e ouviu realmente a sua voz? O que mais ele te disse? Não seja idiota amigo. Eu também usava a mesma técnica que usas para tentar persuadir os outros. Mas nunca ouvi nada de Deus. Aliás, acho que estas enganado, da mesma forma que estive por 18 anos.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  11. Sei que o livro de Mórmon é verdadeiro, não tenho nenhuma sombra de dúvidas da veracidade deste livro, e sei por min mesmo que ele é verdadeiro, poque eu perguntei para quem tem toda a sabedoria que é o Pai Celestial ,e ele mesmo disse: E, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a Deus, que a todos dá liberalmente, não o lança em rosto e ser-lhe-á dada (Thiago 1:5), e também perguntei em nome de Cristo,com fé , real intenção, de nada duvidando e acreditando que receberia e recebi a resposta , E eis que desejo exortar-vos, quando lerdes estas coisas´caso Deus jugue prudente que as leiais, a vos lembrardes quão misericordioso tem sido o senhor para com os filhos dos homens, desde a criação de Adão até a hora em que receberdes estas coisas, e a meditardes sobre isso em vosso coração.E quando receberdes estas coisas, eu vos exorto a perguntardes a Deus, o Pai Eterno, em nome de Cristo,se estas coisas não são verdadeiras; e se perguntardes com um coração sincero e com real intenção, tendo fé em Cristo, ele vos manifestará a verdade delas pelo poder do Espirito Santo. E pelo poder do Espirito Santo podeis saber a verdade de todas as coisas (Morôni 10:3-5).
    E com toda a força do meu coração e da minha alma e grande amor por vocês que ainda não conhecem estas coisas, que lhes convido a buscar por vocês mesmos a veracidade destas coisas.
    Pergunte ao Pai em nome do filho, com fé, real intenção, e acreditando que recebera e ele te dará a resposta.

    ResponderExcluir
  12. Muitas vezes as respostas do Pai Celestial não vem como uma voz que soa no ouvido, elas vem através dos sentimentos.

    ResponderExcluir
  13. Muitas vezes as respostas do Pai Celestial não vem como uma voz que soa no ouvido, vem também através de sentimentos.

    ResponderExcluir
  14. Quais sentimentos você se refere? Dor na barriga? No peito?

    Não vamos nos enganar. Não somos mais crianças. Precisamos investigar. E é isso que faço sempre. Esta Igreja nunca foi verdadeira. A verdade passa longe do mormonismo. Deus e Jesus Cristo desconhecem essa obra como suas.

    As respostas estão à nossa frente. Continue lendo o blog e boa sorte.

    ResponderExcluir
  15. Para abrir os olhos desses irmãos ludibriados pelo ilusinista J. Smith, só lembrando que eles são ameaçados de destuição pelo Satanás lá no Templo. Que nunca Jesus Cristo aparece para dar uma palavra de conforto a quem lá vai. Isso é muito grave para uma igreja que se proclama como a única (A MAIS MENTIROSA) verdadeira.

    Mudando um pouco de assunto:

    Diante dos estudos que tenho feito no livro de Apocalipse, tenho sérias desconfianças de que o falso profeta que este livro fala, vai acabar sendo o Joe Smith. Porque nunca vi alguém tão ardiloso, mentiroso, oportunista, aproveitador, estelionatário, falsário, QUE ERA CAPAZ DE VENDER GELADEIRA PARA ESQUIMÓ.

    Por falar em Joe Smith, em que ele trabalhava para pagar o dízimo, ou obedecer a dita lei da consagração?
    Mas, ele não trabalhava em nada. Vivia de pegar dinheiro dos outros para atingir seus objetivos inconfessáveis. Acho até que esse sujeito tinha algumas características de Adoph Hitler que convenceu os alemães a se considerarem uma raça superior entre os seres humanos, para depois receberem o desfecho terrível e fatal, para eles e para tantos judeus. Acho que no juízo final vai acontecer algo semelhante com os mórmons, pois eles se acham mais certos que as outras pessoas e o Deus verdadeiro não faz acepção de pessoas.

    FORA FALSOS PROFETASSS!!!

    ResponderExcluir
  16. O Aegypcio Reformado são os caracteres alfabetiformes descobertos pelo arqueólogo Sir William Petrie em 1890. O Prof. Petrie nas suas muitas escavações no Aegyptus, nas ruínas mais antigas das cidades, descobriu um grande grupo de caracteres usados e intransitivos para o sistema Hieroglifico, sendo datados da época desde há 6.000 A.C. até 1.200 A.C. O Prof. Flinders Petrie alegou, o facto é de que eles sustentam grandemente serem muito semelhantes, a muitos dos caracteres lineares posteriores dos alfabetos semíticos mais novos.É possivel que algumas civilizações mais antigas pré-históricas ou povos tenham contribuido para estas formas de alfabeto. Outros exemplos deste tipo de alfabetiforme, Já foram encontrados desde a primitiva Península Ibérica até á Ásia Menor, mais frequentemente no Periodo Neolítico. Este caracteres foram utilizados no Aegyptus Préhistórico até á 18ª Dinastina, sendo depois reformados. Todavia esses caracteres mencionados fazem parte da Família dos Caracteres Peninsulares Ibéricos do Povo Konii, que chegam a serem os primeiros ocidentais com presença no Aegyptus onde fundaram cidades. Em confronto com os caracteres do Livro de Mormon, provam que na época de Lehi essa escrita do egypcio reformado ainda era conhecida, mas, não usada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carlos Alberto Castelo - Não creio que esses caracteres do professor William Petrie possam ser chamados de Egípcio reformado. Ele deve ter encontrado caracteres conforme vosso relato, mas nada que possa ser aplicado ao mormonismo. Note que o próprio Livro de Mórmon afirma que a língua chamada de "egípcio reformado" é uma língua completamente perdida "que nenhum homem conhece”. Se o Livro de Mórmon estivesse correto, não poderia ser atribuído a ele os caracteres encontrados por Petrie. Como está errado, não há como ser atribuído, pois seria uma contradição do próprio livro.

      Excluir