Traduza para outra Lingua!

terça-feira, 12 de julho de 2011

O QUE FAZER DEPOIS DO MORMONISMO?



   Tenho recebido vários comentários e solicitações de “aconselhamentos” por parte de membros da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. O tema principal agora gira em torno de uma suposta futura crença após o mormonismo. Eis alguns exemplos desses questionamentos: O que fazer após largar o mormonismo? Que religião devo agora seguir? Como preencher o vazio deixado pela antiga crença? Que fé se deve colocar no lugar da fé Mórmon? São perguntas intrigantes e provocativas. Todavia, não me escuso em respondê-las. Farei baseado em minha própria experiência. Falarei por mim, mas pelo que percebo, nos muitos comentários e participações de ex-Mórmons na internet, a resposta poderia ser dada por qualquer um deles.
    A maioria das pessoas, que se afastam definitivamente da doutrina Mórmon, geralmente tornam-se muito céticas. Principalmente, aquelas que incorporaram a doutrina no seu ser. Depois de se dedicarem anos consecutivos acreditando que aquilo tudo era verdadeiro, de repente descobrem que foram, na verdade, enganados, é muito triste. É mais do que triste, é revoltante. Eis uma das razões porque os blogs, sites e comunidades de ex-Mórmons são criados. Todos querem de certa forma, gritar. Mostrar ao mundo o que é realmente o mormonismo e as influencias negativas causadas em suas vidas. Mais uma vez, enfatizo: Ex-Mórmons não são inimigos dos membros Mórmons ativos. O foco principal é a doutrina e não os membros que estão lá dentro da Igreja agora. Eu, pelo menos, não tenho nenhum outro objetivo, a não ser o de divulgar do que é realmente constituído o mormonismo.
    Sem fugir das perguntas anteriores, quero dizer que a maioria dos ex-Mórmons vira descrente mesmo. Tornam-se descrentes em contos de fadas (os que estão ativos no mormonismo adoram assistir Harry Potter, Senhor dos Anéis, Crepúsculo, etc.). Descrentes em calorzinho no peito. Descrentes em dorzinha em sei lá onde. Descrentes em supostas revelações divinas. Descrentes em profetas vivos. Descrentes em falácias movidas a sentimentos e a fé. Descrentes a todos os mecanismos que são movidos pelo abstrato.
    Todavia, isso torna o ex-mórmon uma pessoa com maior percepção da vida em si. É mais difícil ser enganado novamente por associações, igrejas e doutrinas que na sua maioria, só querem mesmo o dinheiro dos incautos.
    Ao sair do mormonismo, ninguém precisa se preocupar em ter ou não ter uma fé espiritual. Têm muitos habitantes deste planeta que são completamente ateus e vivem vidas extraordinárias de felicidade. Vivem em paz com todos. Não precisam prestar contas de seus atos ao seu líder eclesiástico. Pois não possuem líderes eclesiásticos.
    Não sinto falta do mormonismo. Absolutamente! Não sinto falta de crer nas doutrinas alienantes que não me deixavam viver. Nem por isso, faço coisas erradas. Eu não tinha liberdade dentro da minha antiga crença. Agora que sou livre, escolho de forma racional o que fazer. Aonde ir, o que comer ou beber. A minha antiga religião queria controlar até a minha cueca. Queriam saber o que eu estava usando por debaixo das minhas roupas. Se eu usava o garment (roupa íntima do mormonismo) ou não. Isso foi humilhante demais.
    Muitos membros Mórmons acham que precisam de um guia espiritual, caso contrário suas vidas se tornarão um vazio, caso deixem o mormonismo. Para esses, existem muitas religiões na terra. Existem mais religiões do que Ex-Mórmons para segui-las.
  Muitos ex-Mórmons não permanecem no cristianismo tradicional e seguem doutrinas baseadas em filosofias orientais ou filosofias antigas. Tão antigas quanto às pregadas pelo velho testamento, que culminou com o judaísmo. Aliás, o judaísmo é uma boa opção para os ex-Mórmons. Outra opção é o catolicismo. Deixando o lado podre da igreja Católica, na idade média. Atualmente, o catolicismo é uma religião tranquila, sem exageros.
    Disseram-me: “Se você tirar minha fé precisará colocar algo novo no seu lugar”. Eu não preciso colocar nada. Qualquer um que ler o meu blog e se convencer de que o mormonismo não é tudo aquilo que pretende ser, afasta-se e coloca o que quiser no lugar da antiga fé mórmon. Ninguem vai morrer por isso. Os homens são adaptáveis. Tem gente que acredita numa pedra como seu amuleto de sorte.
    Sinto muito pelos jovens que estão no mormonismo. Como podem acreditar nos ensinamentos dos Santos dos Últimos Dias sem ao menos se questionarem? Não creio, de forma alguma, que se consideram perfeitos, guiados pelo “Espírito Santo”. Os jovens Mórmons não se diferenciam dos demais jovens não Mórmons. Eles obtêm os mesmos resultados equiparativos, de todos os demais colegas da sua escola ou de seus amigos do bairro. Em provas, trabalhos escolares, faculdades. Não há um diferencial significativo. Não há como iludir-se nesse aspecto.
    Qual a diferença em ser Mórmon em relação a não ser Mórmon? O Mórmon tem maior probabilidade de entrar em depressão. Depressão devido à exclusão de uma sociedade mais dinâmica e interativa. Depressão devido o isolamento e a submissão às regras rígidas a que são debelados. Nós vivemos em sociedade, não em células ou tribos isoladas.
    Portanto, para encerrar. Depois do mormonismo, vem a vida, vem o prazer de ser um homem e uma mulher, com verdadeira alegria. De vez em quando, vêm alguns dissabores, isso é verdade. Mas a vida é assim mesmo, alegria e tristeza. É assim que deve ser. Todavia, lutamos pela felicidade. Essa é a finalidade da verdadeira existência humana.

54 comentários:

  1. Ernesto Che(ex presidente de estaca)12 de julho de 2011 09:26:00 BRT

    Bom artigo meu caro, somos felizes sim e ser feliz não é exclusividade dos SUDs. As pessoas pensam que ao nos afastarmos vamos nos tornar alcoólatras, maridos infiéis, coisas deste tipo... Sinto pena das pessoas que se privam de usar a liberdade para questionar. Ao sair da igreja me tornei cético. Creio em um ser supremo que possa ter criado todo o universo e toda as suas leis, creio também que ele, por ser inteligente jamais daria a sua verdade para algum seleto grupo. Toda religião seria ótima se apenas se preocupasse em minimizar as diferenças socias por meio da promoção da educação, da cultura, caridade ao invés de, ficar impondo dogmas e coação psicológica, financeira para obtenção de bençãos eternas. Imagina uma religião que se omite em prestar contas de doações recebidas como é o caso da SUD? Hoje escolho fazer coisas corretas por minha própria vontade. Como não se sentir revoltado ao se saber que foi traído? Traídos por uma igreja cuja a confiança cega foi depositada! É difícil imaginar um céu dirigido pelo mormonismo.rsrsr

    ResponderExcluir
  2. Fico "honrado" a ver o Sr. gastando seu tempo sagrado em uma coisa inútil, ainda mais tentando convencer-me. Não me interessa nada deste seu Blog, estou seriamente "cegado". Não consigo me convencer das coisas que o Sr. me propõe. Agora minha vida está boa, estou em contagem regressiva para fazer uma missão, minha família possui sempre seus problemas mas unidos somos sempre felizes, os negócios da família estão indo bem, carro novo a cada dois anos, uma casa boa, um bom emprego, muitos amigos que se interessam pelo bem estar dos outros, embora que eu esteja alienado, hipnotizado, iludido, cegado, eu gostaria de morrer desse jeito, pois a minha vida está indo de boa para melhor... Ao contrário de "alguns", que a vida simplesmente estagnou, sempre a mesma coisa chata todo dia, sem motivos para se levantar da cama, ah, cuidar de seu Blog, ta aí uma coisa que o Sr. perde muito tempo nisso, ao invés de estudar para suas faculdades. A sua vida está na mesma de quando o Sr. saiu da igreja. Não conseguiu me convencer em nada se essa era a sua intenção. "". Preparei uma postagem especial para responder e elucidar a mente deste jovem.""

    Estou totalmente tocado, reconhecendo seu desempenho em tentar elucidar minha mente.

    Uma pergunta para o Sr. responder com base de suas faculdades:

    De onde viemos? (dos macacos? Não antes disso...)

    Por que estamos aqui? ( P/ gastar tempo em Blogs idiotas? Não.)

    E para onde vamos depois desta vida? (ou simplesmente tudo acaba? Não)

    Responda-me com base em o que o senhor acredita...

    ResponderExcluir
  3. Pedro henrique carvalho, as pessoas mais ricas do mundo não sao mormons, as pessoas mais felizes do mundo não são mormons. Se voce tem uma vida boa é pq tua familia trabalha, se esforça e tem a recompensa por isso, ngm precisa ir pra igreja pra se dar bem na vida.
    Parabens pela missão, vai trabalhar dois anos de graça pra multinacional norte americana. Boa sorte nos batismos, mas por favor, batize gente alfabetizada e com grana, pq pobre e indigente a igreja não gosta. Ja percebeu que o quorun dos 70 e 12 apostolos sao todos empresarios brancos e bem sucedidos?! fico até com pena de brasileiro caboclo, nunca terão chance, serão sempre formigas operárias.

    Att
    Licien

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara tudo em você é poder e dinheiro e masturbação vou parar de ler seu blog já fiquei enjoada **

      Excluir
    2. Ana Claudia Pires Silva!

      Deves continuar a ler o blog. Há um conteúdo muito rico em informações que não são ensinadas na Igreja. Quanto a poder, dinheiro e masturbação? Estão presentes de forma muito intensa dentro do mormonismo.

      Excluir
  4. Ernesto Che(ex presidente de estaca)12 de julho de 2011 10:46:00 BRT

    Olá Pedro hebrique, ao contrário q imaginas a vida das pessoas ao largram a ilusão do mormonismo não s estagna, mas sim, volta-se para a sua plenitude de uma forma tão exuberante que nos damos conta d q fazemos parte de um grande sistema criado para q todo homem que queira,evidentemene, exercer suas faculdades mentais para buscar todo o bom conhecimento. Entre eles a busca incasável pela vida real e não pelo conto d fadas. Como vc eu também um dia me preparei para servir missão, casar no templo, servir na igreja e tudo mais. E esta é a missão d qualquer religião, iludir e criar uma atmosfera de conforto e bem estar psíquico. Não queremos que vc saia da igreja, vc tem sua liberdade, se sente bem com estótrias do "faz d conta", quem somos nós para privá-lo de tais devaneios... Mas lembre-se: A verdade sempre será nua e crua!

    ResponderExcluir
  5. Ernesto Che(ex presidente de estaca)12 de julho de 2011 10:51:00 BRT

    A propósito Pedro Henrique: percebo que os comentários do blog lhe tocaram sim. Pois porque perderia o seu tempo também conosco? Conheço o mormonismo muito mais do que possas imginar...

    ResponderExcluir
  6. O Pedro Henrique Carvalho fala tanto em carro novo e dinheiro, está tao preocupado com a vida particular do autor do blog, usa ameaças ridiculas que me admira muito ser um SANTO dos últimos dias... acho que teu deus está muito feliz com suas atitudes, é isso que vc aprende indo td domingo na igreja? esqueceu que o seu pai foi excomungado (e nem vou falar o motivo)...
    se a brincadeira é desafiar entao vamos lá.
    preste seu testemunho e nao me venha com a frase "eu sei que essa igreja é verdadeira" (risos) é bizarro!
    vai treinando ja que vai ser missionario (boa sorte 2 anos perdidos)
    se me convencer ganha um doce!

    ResponderExcluir
  7. Ernesto Che(ex presidente de estaca)12 de julho de 2011 12:25:00 BRT

    Olá meu amigo Antonio Carlos, mostrar o dia a dia do mormonismo real é a nossa maior satisfação.

    ResponderExcluir
  8. Pedro Henrique Carvalho frequentei a igreja quando era adolescente e lembro que na epoca o Popinhaki era presidente do ramo e posso afirmar que a unica coisa que falavam dele é que ele era muito "crentão", até fazia piadinhas com outros colegas que ele era assim porque queria ir para o ceu. Acabei indo para outra cidade e nem frequentei mais a igreja mas quando retornei a Curitibanos soube que seu pai tinha sido expulso da igreja pois na função de bispo pegava o dizimo dos membros e nesse mesmo periodo ele frequentava o templo. E te pergunto como Deus não viu isso? Como um ex missionario que foi escolhido por Deus pode fazer uma coisa tão vil se valendo da fé de pessoas humildes? a prova do que escrevo aqui com certeza está nos registros da igreja. E lembrando que a mulher sabe muito bem de onde vem o dinheiro que entra em sua casa. Que bom que você vai para a Missao, o melhor exemplo vem de dentro de casa só sinto pelas pessoas que você vai enganar.

    ResponderExcluir
  9. ¨ ¨ Juliana
    .....................................................................

    muitos exmormons se tornam ateus depois de sair do mormonismo, outros somente acreditam em deus e nao pertencem a nenhuma religiao e esses vao procurar praticar alguma arte marcial filosofica ou taichichuam' esportes ou dança de salão, outros exmormons nao procuram entrar em nenhuma religiao e vao participar de grupos filosoficos de kabbalah, ordem rosa cruz'amorc www.amorc.org.br , ordem martinista...
    '
    ja vi exmormons em religioes onde nao existe tendencia a entrar em estado fanatizante, e muitos exmormons vao pro catolisismo, igreja ciencia'divina, espiritismomo'kardesista, igreja'gnostica, budismo'zen ou budismo nichiren'shoshu.
    '
    site das religioes nao'fanatizantes onde eu ja vi exmormons participando atividade e se sentindo muito felizes... www.febnet.org.br ' www.cienciadivina.com.br ' www.gnose.org.br/conteudo/igreja_gnostica/ ' www.nichiren.com.br
    '
    Pedro Henrique queridinho... nós exmormons estamos fora da igreja dos mormons porque percebemos qui as doutrinas'mormons sao falsas e fraudulentas, e contrárias ate mesmo ao evangelho, e só conseguimos perceber qui o mormonismo é fraude, através de pesquisas sérias junto com as orientaçoes do Pai Celeste através do Espíirot Santo. quando voce fala mal desse blog, tu ta indo contra Deus e falando mal das orientaçoes do espirito santo a todos nós qui recebemos orientaçoes de deus.
    '
    ninguem aqui precisa responder suas perguntas porque sao perguntas qui cada pessoa pode procurar entender de forma pessoal, mas tem religioes como a igreja'gnostica ou o espiritismo'kardesista onde essas questoes poderao ser respondidas de forma muito melhor e eficáz a voce. ate agora voce provou qui ta muuuito distante de conseguir entender e exercitar o evangelho de Jesus, porque tu demonstra ser fanatico agressivo e alguem qui nao exercita o evangelho como deveria. ¨¨ o melhor é tu sair do mormonismo é ir pra uma religiao melhor e livre de doutrinas qui ofendem a Deus, pois a igreja'mormon tem doutrinas qui sao contra a deus e ofendem a Deus. Procura entrar no espiritismo'kardesita ou na igreja ciencia'divina, pois essas religioes sao melhores e nao'fanatizantes.
    '
    tu vai sair em missao? ¨¨ ¨¨ qui horrivel e qui pena, porque tu vai ensinar muitas doutrinas falsas contrárias ao evangelho pensando qui ta ensinando alguma verdade, mas de fato tu ta muito enganado.

    ResponderExcluir
  10. (Via Facebook)
    Sérgio Mota
    O mormonismo é uma SEITA cujo tecido constituidor é a DOMINAÇÃO e CONTROLE MENTAL, ela não é uma religião comum. Quem sai tem que pagar pelas consequencias por toda a vida, os membros que te conheceram da tua época sempre te olharão com bastante desconfiança, vc não é mais considerada boa GENTE! Eles negam, mas agem desa forma, e sempre buscam notícias suas, para atribuírem qualquer coisa de ruim que aconteça na sua vida à sua saída da igreja, seja uma doença crônica com aids ou ?Câncer, seja desemprego ou uma má face financeira, seja qualquer coisa...como se na vida delses só acontecesse coisas ótimas...Particularmente falnado, penso que amizade com mórmon não dá muito certo não, eles sempre tentam trazer vc de volta pra igreja e sempre estão julgando alguém, principalmete os homossexuais, gays e lésbicas. Politicamete els tem uma forte tendência conservadora e dificilmete são capazes de manter um debate para aprender algo. Eu até tentei amizade, mas sempre que vejo um mórmon da minha época, logo vou embora depois de cumprimentá-lo, não quero ouvir pregação e fofocas, infelizmente é assim aqui, a gente tenta ser gentil e educado, mas sabe como é, não é culpa deles não, é por causa da lavagem cerebral e do controle mental que estão submetidos, e nem se dão conta disso...hj na verdade, só tenho muita pena!

    ResponderExcluir
  11. Para o Anônimo que me prometeu-me um doce. Que iniciou um séria acusação contra meu pai, para início Senhorita "Bonie", as pessoas começam a se comportar do mesmo jeito dos acusadores, quando se sente ameaçada ou sentida em algo. Se não for a Bonie(cujo tenho certeza que é).

    Em nenhum momento acusei seriamente seu pai de um erro grave, ou algo parecido, simplesmente, se caso acusei de algo, o que não pretendia, citei o motivos de ele ter saído da igreja, e outras coisas mínimas, nada melhor que o próprio Sr. Antônio explique a pura verdade dos fatos que citaram de meu pai, cujo está sendo acusado injustamente, ele (Antônio) não citou nada até o momento pois sabe a verdade ocorrida. Exijo que o Sr. Popinhaki esclareça a situação, dizendo a verdade sobre esse caso de meu pai, cujo o Sr. sabe. Ou no contrário exclua todas as acusações injustas e mentirosas sobre meu pai.

    E ao outro anônimo que também não tem nem coragem de se expor, que falou de meu pai, com ironia, espero que retire suas palavras não sábias, pois tu não possui nenhuma informação correta do ocorrido, o Sr. antônio sabe, e por isso espero que ele esclareça. Ou exclua tais ofensas maldosas e injustas.

    Esse é um apelo, o meu pai não tem nem como se defender, e eu não defendo essas palavras pois nada melhor é o Sr. Antônio esclarecer, pois se fosse eu, diriam que eu estaria omitindo, ou inventando algo só para defender meu pai.


    E para o anônimo, meu testemunho da igreja nada melhor, é que eu me sinto Feliz, e sou grato por estar em uma grande família que me ama, e para demostrar isso, simplesmente presto meu testemunho, que embora outros não me respeitem, eu não tenho nada contra aos ex-mórmons, se falei algo foi por justificar ou defender alguma teoria dita nesse blog. Certamente gostaria de ver todos vocês ao julgamento depois do dia final, mesmo que eu mereça ou não uma salvação digna melhor que de todos vocês, eu olharei no fundo de seus olhos, de todos vocês, e só assim entenderão o porque ainda estou "hipnotizado", e continuo na tal igreja SUD, tento dar o melhor de mim para merecer o reino dos céus, e basta somente isso. Em nome de Jesus Cristo presto meu testemunho Amém. (não preciso de doce para dar meu testemunho. ;P )

    Peço a atenção ao meu apelo feito ao Sr. Popinhaki.
    Obrigado

    ResponderExcluir
  12. E mesmo assim ainda ninguém se atreveu a responder as minhas perguntas feitas no primeiro comentário meu. Podem inventar as respostas, não faz mal.

    ResponderExcluir
  13. Pedro Henrique Carvalho sua bolinha de cristal errou sobre quem está escrevendo (risos) Não me convenceu em nada e espero que o Sr. Antonio não retire o que escrevi pois é a verdade. Voce e os membros antigos sabem disso!

    sobre seu testemunho eu tambem sou muito feliz e tenho uma familia que me ama isso nao iria convencer uma pessoa a se tornar membro da sua igreja ( vai ter que se esforçar mais da proxima vez) e se tenho que me privar de tantas coisas sem cabimento para ir para o ceu, entao nao tenho certeza se é isso que quero talvez eu queime no marmore do inferno kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  14. È muito fácil caluniar os outros e ficar no anonimato, não é mesmo? Mas todo mundo sabe o que aconteceu "verdadeiramente", todo mundo sabe que certas pessoas "almejavam" o chamado de Bispo na época e inventaram essa historinha pra prejudicar os outros. Quem é membro antigo sabe que não foi isso que vocês estão dizendo que realmente aconteceu, vocês também sabe, o Popinhaki sabe. Se não foi a Bonnie só pode ser alguém da família, quem mais seria tão inescrupuloso de chegar a esse nível? Por que não se identifica? Tem medo do quê??

    ResponderExcluir
  15. Ah! E mande lembranças ao Diabo!!!!!
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    ResponderExcluir
  16. Pedro Henrique Carvalho e Caroline!
    Espero que após a minha resposta, esse assunto possa cessar. Primeiro, quando o Pedro Henrique e membros da Ala Curitibanos começaram comentar no meu blog, fiquei muito temeroso de que os comentários acabassem em alguma discussão não centrada no foco do blog, que é a doutrina apresentada como mormonismo. Temi também, por inimizades com pessoas que considero muito, me trazem lembranças boas em atividades realizadas fora da Igreja. Apesar de não compartilharmos mais das mesmas crenças, não considero nenhum membro da Igreja em Curitibanos como meu inimigo, mesmo alguns que eu tive experiências desagradáveis extra-igreja. Mesmo assim, não os considero meus inimigos e lhes desejo bem.
    Acho que tudo poderia ser diferente se não fossem os ataques pessoais à minha pessoa, por parte dos membros de Curitibanos que comentaram aqui. Aí então, temi mais. Vocês devem ter notado que eu não estou sozinho no blog. Muitos outros ex-mórmons, meus amigos, também mandam sugestões de postagens, comentários e me ajudam diariamente. Notei que alguns desses meus amigos logo tenderam em me defender desses ataques pessoais.
    Falando um pouco sobre ataques pessoais. Talvez vocês não saibam, mas isso é uma característica comum dos membros da Igreja SUD, que tentam desesperadamente defender a causa. Esquecendo-se de um debate racional, não tendo argumentos convincentes, partem logo para o ataque pessoal de qualquer um que fale, escreva, comente ou pense mal do mormonismo. Vocês não são os únicos. Não foram os primeiros e nem serão os últimos a agir dessa forma.
    Quanto ao assunto em evidencia, indaguei todos os membros da minha família. Contei a cada um sobre o ocorrido. Declaro sem medo de mentir ou errar de que ninguém da minha casa tem nada a ver com as acusações anteriormente comentadas. Só pra que todos você saibam, minha família soube bem recentemente sobre este blog. Nunca acessam o blog, não se interessam pelo assunto. Se eu quero mostrar algo para qualquer um membro da família, logo sou ignorado. Felizmente, o mormonismo não os afetou. Não são todos os que deixam o mormonismo que agem como eu. Somente os que sofreram a decepção de ser enganado e humilhado por uma doutrina mentirosa, racista, preconceituosa e xenófoba.
    Portanto, o tal anônimo ou anônima deve ser algum desafeto(a) da pessoa ofendida. Não creio que seja importante ou necessário, da minha parte, qualquer outro esclarecimento adicional quanto a esse assunto. Isso para mim já é passado. Nem quero lembrar mais.
    Aproveito aqui para pedir para a pessoa que não se identificou para não postar comentários agressivos e pessoais neste blog. Sei que a intenção foi de ajudar-me, mas pode também me atrapalhar, porque o foco principal, que é escrever sobre a doutrina, fica em segundo plano. O tempo que eu estou despendendo com este comentário, poderia estar escrevendo uma nova postagem.
    Quanto à minha política de publicação de comentários: Ficou acertado com meus amigos, que eu postaria todos os comentários, com ou sem ofensas pessoais. Porque isso? Justamente para comprovar que os membros da Igreja SUD têm a tendência de ofender as pessoas que criticam o mormonismo. Na maioria das vezes, de forma anônima. Os principais anônimos que comentam aqui são membros da Igreja SUD. Os demais, que se identificam, não são membros. Raras são as exceções quando encontro um membro SUD que se identifique.
    Espero ter me feito entender!
    Abraços sinceros (Sem rancor)!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. senhor Popinhak,gostaria de ouvir sua opinião sincera sobre o racismo.e fato que todas as religiões tradicionas pecaram gravemente na questão racial. então me diga se concorda que alguns frequentadores usem termos não menos racistas,como loira burra e branquela azeda.como já vi aqui.isto também não é racismo?acho que depreciar alguém pela sua cor é errado,independente se somos brancos ,negros,índios ou asiáticos tenho japoneses agregados na família,e gosto muito deles,acho essa história de racismo um lixo .pois já sofri muito escutando piadas pejorativas com relação a fato de ser descendente de poloneses.até muitos dizendo que polonês não é gente

      Excluir
  17. Pedro Henrique Carvalho e Caroline!
    Você faz questão que eu responda algumas perguntas que te deixam curioso. Vou responder sem vacilar.
    1 – De onde viemos? Não creio que alguém nesse planeta possa afirmar com certeza de onde viemos. Eu não sei a resposta, nem tampouco, seu pretenso profeta vivo sabe. Isso ainda deverá ser descoberto no futuro, se é que alguém poderá descobrir isso. Pela lógica, existem várias teorias, uma delas diz que fomos plantados neste planeta por seres mais avançados. Outra diz que evoluímos de um único micro-organismo aquático há milhões de anos. Outra diz respeito ao criacionismo, também por alguém mais evoluído, mas nesse caso, segundo a ciência, não há evidências de que esse alguém possa estar vivo atualmente. Eu creio nessas hipóteses. Não creio mais na criação conforme escrita nas escrituras ou mostrada nos templos Mórmons.
    2 – Com certeza não estamos aqui para gastarmos nosso tempo em blogs idiotas. Dependendo da teoria apresentada na resposta 1, temos finalidades diferentes. Mas a principal delas é que cada um de nós evolui um pouco mais do que o antecessor. Se um dia vamos chegar a uma perfeição ou nos destruirmos todos, não sei.
    3 – Novamente depende da teoria certa conforme evidenciado na resposta 1. O mais provável é que tudo acabe. Não há evidências comprovadas de que há realmente vida após a morte. O que existem são conjecturas, principalmente de cunho ligado as religiões diversas. Se a finalidade é o evolucionismo das espécies, então tudo se acaba com a morte, não importa o quanto que isso nos amedronte. Nada poderemos fazer para reverter essa situação. A não ser, prolongar nossa morte com técnicas e artifícios desenvolvidos ao longo dos anos.
    Essas são minhas crenças pessoais. Como pode perceber pelos meus escritos, toda a doutrina vivida no mormonismo, durante meus 18 anos na igreja, não serviram para nada para embasamento de minhas atuais convicções. Se eu estiver errado, deverei ir para algum lugar chamado inferno ou hades. Não me preocupo com isso. Não serei o único. Todavia, acho que esse lugar não existe como também não existe o céu Mórmon. Se existem um céu Mórmon, com seus graus de glória e um inferno, acho que o inferno será melhor do que o Céu Mórmon, onde deve haver promiscuidade, poligamia desenfreada, mentiras, falsidades, racismo, preconceito, xenofobia e homofobia. Essas são minhas atuais convicções. Espero ter respondido às perguntas iniciais.
    Antes que eu esqueça! Caroline, mandarei lembranças suas ao diabo sim. Obrigado por me lembrar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sr Antonio Carlos, vejo que o sr se tornou bastante cético em relação as religiões... isso também é uma herança do mormonismo, porque realmente a pergunta ainda insiste: existe cristianismo verdadeiro e qual seria ele? Já que chegamos a conclusão de que quem se proclamava o tal,acabou desmascarado. Eu e minha esposa estamos indo pelo mesmo caminho, hoje só acredito que deve haver um Deus, agora como ele se chama e o que ele quer de nós, não sabemos com certeza, a unica certeza que me resta é que devemos continuar sendo honestos e buscando a justiça, além de outros muitos bons princípios que aprendemos deste suposto cristianismo, pois a igreja, logicamente, contém uma parte muito boa mas como a mim foi ensinado: no meio das coisas boas, o inimigo adicionava coisas falsas e ruins para nos confundir... isso qdo eles se referiam à outras religiões, é claro!!! Espero que a amargura e as duvidas não sejam uma constante em nossas vidas, porque quem ficou tanto tempo participando de reuniões, atividade, festas sazonais e sentiu uma certa fraternidade com pessoas que supostamente buscavam os mesmos objetivos de aprender a ser mais justo, sincero e perfeito, através da crença em determinados nomes divinos, como podemos ter certeza que não são apenas boas filosofias? O problema é que já me peguei tropeçando por estar esfriando, esquecendo as orientações que me davam um pouco de paz e melhor equilíbrio emocional perante certas situações e desafios da vida. Resumindo, acho q não devemos parar e esquecer muitas coisas boas sobre os ensinamentos que não são esclusividades ou direitos autorais deles, porque o que mais se fala de membros que se afastaram, é que perdemos nossa espiritualidade, estamos em apostasia, nos caminhos do diabo e vivendo na carne, adquirindo vícios, etc. Até dou alguma razão para eles quado vejo algumas pessoas que deixaram a igreja,um pouco antes de mim, passarem a beber, falar mais grosseiramente e se demonstrarem amargurados em relação à acreditar no bem ou em buscar o que é certo, pareciam que tinha se desiludido da vida e da fé, confiança e esperança num deus cristão. Disciplina e ponderação é sempre recomendável, principalmente à nos que deixamos este caminho o qual continha essa parte boa, para que não venhamos a enfrentar consequências ruins, dando motivos para que eles digam que foi porque simplesmente deixamos a igreja, eu sempre me preocupo com isso: Não ficar totalmente cético em relação à sabedoria que aprendi e buscar, sem fanatismo, alguma filosofia que mantenha minha fé e esperança num futuro melhor, sem achar que estamos fazendo algo errado por não mais dar crédito às religiões pois isto pode ser feito em casa, lendo bons livros e praticando boas ações, sendo generoso, porém, desprendidamente sem achar que algum Deus está cobrando... desejo tudo de bom para o sr e sua familia - Abraços.

      Excluir
  18. Espero sinceramente que este assunto tenha cessado mesmo, da minha parte já acabou, espero que da sua perte e de seus "amigos" (se é que se pode chamar assim)também! Confesso que só estou lendo algumas de suas postagens para ver se por acaso não consta algo sobre mim ou meu marido, como não encontrei não tenho mais motivos para continuar acessando-o. Peço desculpas se ofendi alguém (creio que não), não foi minha intenção. Ah! E o pedido de lembranças ao Diabo não foi para o Sr. mas sim para um anônimo que escreveu que preferiria queimar no mármore do inferno a seguir algumas regrinhas, mas tudo bem.

    ResponderExcluir
  19. Parabéns pelos seus novos "amigos". Antigamente como membro o Sr. tinha mais, mas agora já tem três ou quatro amigos "virtuais" (que são sempre os mesmos que comentam). Que bom!! :(

    ResponderExcluir
  20. HAHAHA tem mais gente com o rabo preso ai!

    ResponderExcluir
  21. ¨ ¨ Juliana
    .....................................................................
    '


    pedro henrique carvalho... foi respondido a voce sim as suas perguntas, mas como voce vive no meio de doutrinas fanatizantes, mentirosas e contrárias ao evangelho, fica nessa de perguntar e nao querer saber da resposta. se não quer saber das respostas... é melhor nao perguntar! pedro henrique... Voce demonstra toda sua arrogancia, demonstras qui o mormonismo transforma seus adeptos no qui tu é, e tu é cheio de arrogancia e desejo de vingança, e o mais ridiculo é qui tu demonstra ter felicidade falsa, e essa tua felicidade'falsa é fruto das doutrinas mentirosas do mormonismo.
    '
    Existem religioes muuuuiito melhores qui a igreja'mormon, como o espiritismo'kardesista qui tem ampla teologia alicerçada nos ensinos de Jesus. É uma religiao onde o livre arbitrio é exercitado, existem programas eficázes pra o fortalecimento da juventude e das famílias!
    '
    Sair da igreja'mormon é uma grande felicidade comprovada pelo espirito santo, e ao sairmos da igreja mormon podemos ter oportunidade pra conseguir entender a verdade do evangelho, sem as mentiras doutrinárias do mormonismo.
    '
    www.febnet.org.br ¨¨ .............................

    ResponderExcluir
  22. Caro Popinhaki, uma dica para seu Blog funcionar sem essas discussões e com ótimos assuntos:

    Primeiramente, tu chamas os mórmons de fanáticos, mas para existir, cometários construtivos, a seu favor ou contra, um debate pacífico, tu deves evitar as publicações de sua amiga Juliana, pois ela está tão fanática contra os mórmons quanto ao que o Senhor diz que somos pela a igreja. Aonde que essa indivídua, foi inventar que ao sair da igreja mórmon foi pelo espírito Santo?

    "Sair da igreja'mormon é uma grande felicidade comprovada pelo espirito santo"

    -> Deve existir outra desculpa melhor. Já percebeu que todos os cometários que ela escreve quando defende algum cometário de um membro sempre é a mesma coisa???
    ("qui" os mórmons são enganados, são fanáticos e iludidos e mentirosos)

    Nunca vem alguma coisa construtiva...

    Critico sim os cometários de sua amiga. Uma dica para funcionar bem seu Blog. E em momento algum levei alguma acusação de algum problema seu da sua vida, como o fizeram ao meu pai, cujo não mostrei a ele por motivos de ele ficar muito irado com isso, até o Sr. sabe que se ele ler e demonstrar atenção a tais acusações, tu poderias ser processado, não pela a igreja mas levando pelo lado pessoal d emeu pai. Encerra o assunto mentiroso de acusações ao meu pai.

    Sinto pesar ao imaginar se causei algum dano moral ao Sr. caso contrário, sem ressentimentos.

    A ao caso de Juliana, pense bem no que falei, comentários sem noções levam as conversas sem intuito construtivo algum.

    Obrigado pela atenção, por mim mesmo escreveria algo amais, mas por limitações de horários termino aqui tal comentário.

    ResponderExcluir
  23. ... Me desculpe decpcionar, mas infelismente quem escreveu tudo isso nao fui eu, nao que eu nao concorde com tudo ali. E de verdade pessoal, se vcs acham que essa igreja é tão verdadeira deixe que o "Pai Celestial" de vcs defenda ela.... Vão trabalhar e achar algo mais divertido pra ler... Que tal o Livro de Mormon????? Vcs acham que isso é edificante pra vcs santos??? acho que não né....
    Só pra vcs etenderem esse blog é feito pra pessoas que não são influenciaveis e gostam de pesquisar os assuntos antes de serem ILUDIDOS.É tão engraçado ver como vcs se defendem de algo que tem tanta certeza... hehehe é bem comico mesmo.... E como o Carvalho escreveu em um e-mail uma vez para mim cada um acredita no que quer... Então beeemmm de boooa... Falem Mesmo Do Meu Pai... Porque é pra isso que ele posta tudo isso... pra ver vcs se lixando pela igrejinha de vcs... E de novo é muito engraçado.... Se vcs acham que a nossa familia não vai bem... problema é de vcs, PELO MENOS AGENTE É FELIZ.... Hoje posso dizer com muito orgulho que amo minha familia... e não porque eu tenho que amar meu pai e minha mae pra ir pro ceu.. Mas sim pq hj os admiro. Sou muito feliz por ter um lindo sobrinho, e daria a minha vida por ele. Porque todos vcs ja tiveram o sentimento de ser pais e maes eu nao posso acreditar que pra vcs isso seja um castigo... Eu não preciso ocultar meu nome quando falo do que penso.. Mto pelo Contrario... A hora que quiserem falar comigooo vcs tem meu e-mail... Qualquer coisa que quiserem discutir da minha vida ou da vida da minha irmã ou da minha familia... Olhem para suas proprias vidas e seus filhos dentro de casa... pq ninguem ta livre de ser seduzido pelo capeta...

    beijoss a todosss que amam visitarr este blog...

    E só pra terminarrrr... Meu nome não é Osso WALEWWWW....

    by_BONNIE POPINHAKI

    ResponderExcluir
  24. ola!gente!sou um ex mormon que frequentou a igreja por 3 anos e ultimamente tenho acessado por curiosidade vários blogs de ex mormons e tenho lido muitas baboseiras e ataques pessoais entre mormons ativos e ex mormons desiludidos com a religião.Na minha holistica religião é opção e ninhguem é obrigado a aceitar o que não quer ou não acredita e devemos acima de tudo respeitar o credo do próximo. Percebo que a intenção deste blog e o da investigadora é esclarecer a todos o que o mormonismo esconde, e pra tal devemos nos basear em fatos concretos registrados por lideres mormons ao longo dos anos, e é assim que a investigadora trabalha,e pra mim é o blog mais completo e proveitoso.Tenho lido depoimentos generalizados de ex mormons que se tornaram céticos e descrentes em qualquer credo religioso e discordo muito de alguns pontos de vistas expostos aqui.Eu quando larguei o mormonismo fiquei + ou - 20 anos afastado de qualquer religião,más nunca descrente na divindade de Deus,e em 1998 retornei ao catolicismo e o motivo foi a fato divulgado em todos orgãos da imprensa da época e que muitas pessoas não perceberam, o pedido de perdão a Deus e a humanidade pelos erros cometidos pela ICAR na inquisiçao, erros cometidos contra negros que foram escravizados, e judeus mortos durante o holocausto patrocinado por Hitler, e quem teve esta coragem foi o papa João Paulo II e a partir deste ato humilde ninguém no mundo têm o direito de atacar o passado do catolicismo porque o perdão é um dom divino e todos os credos cristões acreditam neste mandamento.Quero deixar claro que não estou fazendo pregação católica e até porque a ICAR não faz proselitismo, o que quero esclarecer é que nem todos ex mormons tornam-se ateus ou céticos ou seguidores de religiões orientais como muitos têm afirmados nestes blogs.Outro detalhe que têm tido muitas enfases nestes blogs é o fato de muitos ex mormons afirmarem que são ignorados pelos antigos irmão da fé,o que nunca aconteceu comigo,estou afastado a mais de 20 anos, más sempre que encontro algum irmão mormon conversamos normalmente e lembramos até de momentos legais que passamos juntos no mormonismo, os que me ignoram são os hipócritas que eu não tinha afinadade desde a época que era ativo na igreja, são os fanáticos egocêntricos que se acham melhores que os outros e estão espalhados por todas religiões.Entrei para IJCSUD aos 16 anos e larguei aos 19 e estou muito feliz com a vida pois tenho uma familia maravilhosa,esposas e filha,tenho um bom emprego público que consegui por mérito através de concurso e pratico um esporte milenar que teve origem na polinésia, o SURF,meu esporte favorito desde os 10 anos de idade e hoje estou com 47 e com disposição e saúde de um garotão de 20.Pra finalizar, no mormonismo não me adaptei as doutrinas e nunca aceitei o passado obscuro,más confesso que aprendi algumas coisas boas entre elas a importância do esporte em nossas vidas e a valorização da arte e da cultura,pois foi nos shows de talentos da igreja mormon que desenvolvi a arte de tocar violão e cantar Rock and roll e mpb.Desejo a todos muita paz e fraternidade e que todos possam sentir o verdadeiro espirito ALOHA em seus corações.

    ResponderExcluir
  25. ola!gente!sou um ex mormon que frequentou a igreja por 3 anos e ultimamente tenho acessado por curiosidade vários blogs de ex mormons e tenho lido muitas baboseiras e ataques pessoais entre mormons ativos e ex mormons desiludidos com a religião.Na minha holistica religião é opção e ninhguem é obrigado a aceitar o que não quer ou não acredita e devemos acima de tudo respeitar o credo do próximo. Percebo que a intenção deste blog e o da investigadora é esclarecer a todos o que o mormonismo esconde, e pra tal devemos nos basear em fatos concretos registrados por lideres mormons ao longo dos anos, e é assim que a investigadora trabalha,e pra mim é o blog mais completo e proveitoso.Tenho lido depoimentos generalizados de ex mormons que se tornaram céticos e descrentes em qualquer credo religioso e discordo muito de alguns pontos de vistas expostos aqui.Eu quando larguei o mormonismo fiquei + ou - 20 anos afastado de qualquer religião,más nunca descrente na divindade de Deus,e em 1998 retornei ao catolicismo e o motivo foi a fato divulgado em todos orgãos da imprensa da época e que muitas pessoas não perceberam, o pedido de perdão a Deus e a humanidade pelos erros cometidos pela ICAR na inquisiçao, erros cometidos contra negros que foram escravizados, e judeus mortos durante o holocausto patrocinado por Hitler, e quem teve esta coragem foi o papa João Paulo II e a partir deste ato humilde ninguém no mundo têm o direito de atacar o passado do catolicismo porque o perdão é um dom divino e todos os credos cristões acreditam neste mandamento.Quero deixar claro que não estou fazendo pregação católica e até porque a ICAR não faz proselitismo, o que quero esclarecer é que nem todos ex mormons tornam-se ateus ou céticos ou seguidores de religiões orientais como muitos têm afirmados nestes blogs.Outro detalhe que têm tido muitas enfases nestes blogs é o fato de muitos ex mormons afirmarem que são ignorados pelos antigos irmão da fé,o que nunca aconteceu comigo,estou afastado a mais de 20 anos, más sempre que encontro algum irmão mormon conversamos normalmente e lembramos até de momentos legais que passamos juntos no mormonismo, os que me ignoram são os hipócritas que eu não tinha afinadade desde a época que era ativo na igreja, são os fanáticos egocêntricos que se acham melhores que os outros e estão espalhados por todas religiões.Entrei para IJCSUD aos 16 anos e larguei aos 19 e estou muito feliz com a vida pois tenho uma familia maravilhosa,esposas e filha,tenho um bom emprego público que consegui por mérito através de concurso e pratico um esporte milenar que teve origem na polinésia, o SURF,meu esporte favorito desde os 10 anos de idade e hoje estou com 47 e com disposição e saúde de um garotão de 20.Pra finalizar, no mormonismo não me adaptei as doutrinas e nunca aceitei o passado obscuro,más confesso que aprendi algumas coisas boas entre elas a importância do esporte em nossas vidas e a valorização da arte e da cultura,pois foi nos shows de talentos da igreja mormon que desenvolvi a arte de tocar violão e cantar Rock and roll e mpb.Desejo a todos muita paz e fraternidade e que todos possam sentir o verdadeiro espirito ALOHA em seus corações.

    ResponderExcluir
  26. ola!gente!sou um ex mormon que frequentou a igreja por 3 anos e ultimamente tenho acessado por curiosidade vários blogs de ex mormons e tenho lido muitas baboseiras e ataques pessoais entre mormons ativos e ex mormons desiludidos com a religião.Na minha holistica religião é opção e ninhguem é obrigado a aceitar o que não quer ou não acredita e devemos acima de tudo respeitar o credo do próximo. Percebo que a intenção deste blog e o da investigadora é esclarecer a todos o que o mormonismo esconde, e pra tal devemos nos basear em fatos concretos registrados por lideres mormons ao longo dos anos, e é assim que a investigadora trabalha,e pra mim é o blog mais completo e proveitoso.Tenho lido depoimentos generalizados de ex mormons que se tornaram céticos e descrentes em qualquer credo religioso e discordo muito de alguns pontos de vistas expostos aqui.Eu quando larguei o mormonismo fiquei + ou - 20 anos afastado de qualquer religião,más nunca descrente na divindade de Deus,e em 1998 retornei ao catolicismo e o motivo foi a fato divulgado em todos orgãos da imprensa da época e que muitas pessoas não perceberam, o pedido de perdão a Deus e a humanidade pelos erros cometidos pela ICAR na inquisiçao, erros cometidos contra negros que foram escravizados, e judeus mortos durante o holocausto patrocinado por Hitler, e quem teve esta coragem foi o papa João Paulo II e a partir deste ato humilde ninguém no mundo têm o direito de atacar o passado do catolicismo porque o perdão é um dom divino e todos os credos cristões acreditam neste mandamento.Quero deixar claro que não estou fazendo pregação católica e até porque a ICAR não faz proselitismo, o que quero esclarecer é que nem todos ex mormons tornam-se ateus ou céticos ou seguidores de religiões orientais como muitos têm afirmados nestes blogs.Outro detalhe que têm tido muitas enfases nestes blogs é o fato de muitos ex mormons afirmarem que são ignorados pelos antigos irmão da fé,o que nunca aconteceu comigo,estou afastado a mais de 20 anos, más sempre que encontro algum irmão mormon conversamos normalmente e lembramos até de momentos legais que passamos juntos no mormonismo, os que me ignoram são os hipócritas que eu não tinha afinadade desde a época que era ativo na igreja, são os fanáticos egocêntricos que se acham melhores que os outros e estão espalhados por todas religiões.Entrei para IJCSUD aos 16 anos e larguei aos 19 e estou muito feliz com a vida pois tenho uma familia maravilhosa,esposas e filha,tenho um bom emprego público que consegui por mérito através de concurso e pratico um esporte milenar que teve origem na polinésia, o SURF,meu esporte favorito desde os 10 anos de idade e hoje estou com 47 e com disposição e saúde de um garotão de 20.Pra finalizar, no mormonismo não me adaptei as doutrinas e nunca aceitei o passado obscuro,más confesso que aprendi algumas coisas boas entre elas a importância do esporte em nossas vidas e a valorização da arte e da cultura,pois foi nos shows de talentos da igreja mormon que desenvolvi a arte de tocar violão e cantar Rock and roll e mpb.Desejo a todos muita paz e fraternidade e que todos possam sentir o verdadeiro espirito ALOHA em seus corações.

    ResponderExcluir
  27. Antonio Carlos desculpe más enviei o mesmo comentário varias vezes, eu sou meio cabeça dura com internet.rsrsrs!

    ResponderExcluir
  28. ¨ ¨ Juliana
    ............................................................................................................

    '


    otimo e lindo comentario este do 'marcobagda'!
    Eu sou membra da igreja'catolica tambem e fiquei emocionada com o pedido de desculpas do Papa Jao Paulo II! inclusive os templarios qui foram injustamente torturados pela igreja catolica no passado foram perdoados tambem! quem quiser saber mais sobre a ordem dos templarios... é so acessar: www.ordemdostemplarios.org ¨ inclusive a essa outra ordem'mistica dos templarios, podem pertencer gentes pertencentes a qualquer religiao, como a dos mormons, catolicos, budistas, hindús, evangelicos, igreja'universal, igreja assembleia de Deus... e tem muitos mormons qui tambem participam, mas sao mormons qui nao estao vivendo iludidos!
    '
    Com certeza sair da igreja'mormon é um ato de grande felicidade comporvado pelo espirito santo, e o Pai Celestial atraves espírito santo pode comprovar as doutrinas mentirosas do mormonismo e pode ajudar a qualquer gentes a sair da igreja'mormon, porque as doutrinas do mormonismo sao falhas e contrárias ao evangelho e a Jesus, pois as doutrinas mentirosas da igreja'mormon transformam os mormons em gentes arrogantes, iludidas, falsas, depressivas... e isso pode ser conformado pelo espirito santo pra quem quiser e orar com real sinceridade pra qui o espirito santo possa confirmar!
    Eu e minha familia saimos da igreja dos mormons depois de quase quinze anos como membros, e apos todo esse tempo qui passamos la dentro do mormonismo, passamos quase um ano analizando as falsas doutrinas'mormons e orando pra recebermos as orientaçoes do espirito santo pra sabermos se estavamos fazendo o qui é certo, e pra sabermos se as doutrinas'mormons sao mesmo falsas e mentirosas, e passados quase um ano de análice e oraçoes pra recebermos as orientaçoes do espirito santo, eu e minha familia nos reunimos e conseguimos forte confirmaçao do espirito santo, de qui a igreja'mormon é uma grande mentira fraudulenta! ¨¨¨¨¨¨ nao saimos do mormonismo por motivos pequenos, mas saimos da igreja dos mormons sabendo claramente e tendo total consciencia de qui o mormonismo é mesmo uma grande fraude de fato.

    ResponderExcluir
  29. Isso é pra "QUI QUI QUI" que todos sabem quem e´: Não se diz "membra" e sim "membro"!! Se cuide que logo, logo o Popinhaki vai falar também do seu Português errado!! kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  30. Olá amigos gostaria de colocar o meu comentário:
    Na minha opinião não há exatamente uma resposta específica para esta pergunta mas apenas que cada pessoa deve procurar a sua própria resposta dentro de sí próprio, eu gostaria de contar os meus 17 anos de igreja e como terminou e oque faço da minha vida agora, por isso acabei de criar me próprio blog onde me comprometo a fazer no mínimo uma postagem por dia, uma coisa eu posso dizer por agora, EU ESTOU MUITO FELIZ COM A MINHA NOVA VIDA. se me permite meu blog é:

    http://eurealxmormonismo.blogspot.com/

    Eu Real X mormonismo, o objetivo não é atacar a igreja ou pessoas ou coisa parecida e sim apenas falar sobre coisas que me fizeram mudar de vida e de ter feito minha mente se abrir e sair daquele estado delirante e conhecer o meu verdadeiro Eu, o meu Eu Real.

    ResponderExcluir
  31. Olá queridos leitores deste blog: depois de ter lido o comentário de todos, não posso deixar de dar minha opinião. Sou membro da SUD há 3 anos,embora esteja determinado em não frequentar mais, mas também não concordo com algumas críticas, nunca irei difamar a igreja, como disse um leitor deste blog: todos tem a livre escolha de seguir seja qual for a religião, e a maioria tem muitas coisas boas. Aprendi muito nestes 3 anos, não vou comentar sobre a doutrina mórmon e seus ritos etc...Antes de conhecer a SUD, era evangélico, acredito na oração, e foi isto que livrou-me da antiga doutrina, não fosse isso, estaria até hoje em trevas, talvez eu precisava naquela altura seguir alguma igreja, pois estava enraizado no meu subconsciente que se não frequentasse nada estaria perdido, hoje não concordo com essa teoria, é exatamente isso que fazem os "conhecedores da bíblia" mas hoje tenho outra visão: igreja não salva ninguém, mas sim ser honesto, integro, digno etc....
    Mas considero impossível seguir as rígidas leis e regras da SUD, pois tudo é pecado, tudo é proibido, pecado sexual é abominável, fácil é para quem é casado pregar isso, sendo todos casados, pelas leis da igreja quem não se casar terá de viver no celibato até a morte! isso é um ato de insanidade,como alguém pode ser feliz vivendo assim? Como impor isso há todos os membros solteiros? não tomar café é o de menos,como impor o domingo santo para quem trabalha todos os dias durante o ano e só tem folgas no domingo? é por isso que os que permanecem tem toda a família na igreja, é fácil! Mas o que me intriga, é sermos quase obrigados a ler as escrituras todos os dias etc...isso é condicionar as pessoas a pensarem da mesma forma, aliás, as igrejas são peritas nisso, mas se tudo isso nos trouxesse alegria, pelo contrário, há momentos que sufoca e nos torna pessoas infelizes, as vezes falo com DEUS e digo que preferia não ter nascido, do que viver sob um julgo de escravidão sem fim. Como explicar para membros SUD entre outros que o mundo está cheio de pessoas felizes e prósperas que nunca frequentaram igrejas! e mais; pessoas extremamente bondosas, e tem membros de igrejas que lutam contra depressão, frustração etc...Realmente isto intriga profundamente, hoje tenho minha opinião formada: as pessoas estão a buscar DEUS dentro de 4 paredes, por isso entregam-se de corpo e alma. Se a verdadeira felicidade consiste em estar dentro de uma igreja, então todos os que não são "crentes" jamais poderiam ser felizes, prósperos etc... será que esse é o preço da salvação? ser infeliz? é o que muitos acreditam, por que está "escrito" etc... Será que DEUS em sua infinita bondade irá castigar e destruir pessoas só por que não se "converteram" dentro de uma igreja? As pessoas pensam diferente, agem diferente, é possível condicionar as pessoas a pensarem de maneira igual? sim. é possível, e isto é o mais perigoso, o que traz felicidade para uns pode não trazer para outros. É possível permanecer em algum lugar mesmo sendo infeliz, com medo de ser condenado por DEUS? é assim que muitos vivem, na minha mente isto é inconcebível! faria DEUS tal coisa? o livre arbítrio é ser livre e feliz! claro, respeitando os outros e fazendo o bem! Para terminar quero dizer para todos os seguem alguma religião: se isso os faz realmente felizes, ótimo! mas quero dizer para aqueles que sentem-se aprisionados dentro de uma, confiem em DEUS,confiem em Cristo!guardem a vossa fé, não tornem-se céticos, é perigoso demais, aí sim, poderemos estar nos distanciando do Criador!
    Que o Senhor abençoe à todos.

    ResponderExcluir
  32. Cleber muito legal o seu comentário, concordo plenamente com vc, igreja não salva ninguem,a salvação chama-se Jesus Cristo.Infelizmente têm muitos comentários desastrosos nestes blogs de ex mormon,pessoas que ficaram desiludidos com a igreja sud e hoje tornaran-se céticos, ateus e alguns tornaran-se até pagões declarados, eu sofri alguns ataques neste blog simplismente porque declarei o meu retorno ao catolicismo,ora isto é escolha minha, todos têm o livre direito de escolher o que quer e seguir o credo que bem entender, só não entendo o fato de alguns ex mormons que se declararam desiludidos com a doutrina e tornaram-se descrentes na divindade de Deus, e o pior que estas pessoas recebem todas as honras e glorias do autor do blog e de alguns leitores que deixam aqui seus comentários.No mormonismo aprendi muitas coisas bôas e também tive algumas disilusões, convivi com pessoas honestas e corruptas e sei que em todas as religiões existe o joio e o trigo,o importante é sabermos distinguir e separar um do outro.Desejo o vc brother muito sucesso nesta vida e que vc continue firme na presença de Deus, eu quando entrei pro mormonismo já tinha um conhecimento das coisas maravilhosas que nosso senhor Jesus Cristo ensinou e justamento por este motivo não me tornei mais um descrente, e vc também pertenceu a uma igreja protestante e quando conheceu o mormonismo, já conhecia Deus a muito tempo;não uso o termo "evangélico" porque acredito que evangélico é toda pessôa que segue o evangelho de Jesus Cristo, seja ela Católica, Protestante ou espirita Kardecista e não cabe a nós julgar ou rotular ninguem pela escolha religiosa. Amigo eu sou uma pessôa cheia de defeitos e pra ser sincero tenho ido muito pouco a igreja, e dai? igreja não salva ninguem,entro no meu quarto fecho a porta e converso com meu Deus e sei que ele me ouve.My friend! desejo a vc e a todos leitores deste blog uma ótima passagem de ano e que a gente tenha mais de 2012 motivos pra sermos felizes. Aloha...

    ResponderExcluir
  33. Obrigado marcobagdá pelo seu comentário lúcido, devemos respeitar a opinião e o credo das pessoas,senão corremos o risco de num futuro fazermos o que fazem muitos muçulmanos, matam-se uns aos outros devido à intolerância religiosa.Também não acrescenta nada, algumas pessoas serem ríspidas com suas palavras sejam SUD ou não. Tenho certeza que o objetivo deste blog não é esse, pois o mundo já está cheio de "brigas" religiosas, seja por fanatismo ou interesse. Mas se eu for enumerar os motivos que levaram-me a tomar esta decisão são muitos, primeiro deles, acredito nas palavra de Deus(bíblia)pelas profecias já cumpridas e pelas provas arqueológicas etc..só uma pessoa completamente insana não acredita na bíblia, apesar de haver diferentes traduções com alguns erros, o que não invalida de forma alguma! mas é intrigante em relação ao livro de mórmom! até os dias atuais nunca foram encontrados vestígios de civilizações, nem do idioma que supostamente foi traduzido,nada absolutamente, mas a responsabilidade é somente de quem fará a oração e perguntar sobre o livro, independente de ser falso ou não! ou seja, a igreja não tem responsabilidade alguma, se a resposta não se confirmar a culpa é da pessoa, ora, alguém já orou e perguntou se a bíblia é falsa? mesmo por que tenho motivos para acreditar em resposta falsa, pois convivi durante anos em doutrinas que dizem ser de Deus, mas que são enganadas por espíritos enganadores, exemplos temos muitos, não vou me deter em nomes, pois é falta de ética, mesmo se tratando de doutrinas de demônios, mas as pessoas que lá estão juram que é de Deus, ninguém as convence do contrário, portanto quem pode garantir que o "testemunho" é verdadeiro? é um tanto presunção dizer: esta é a única igreja "verdadeira" da face da terra, e as outras são todas corruptas como está escrito no testemunho de joseph smith. e todos os membros aceitam, pois é proibido questionar, independente do que diz a bíblia, pois o livro de mórmom é o mais correto de toda a face da terra como está "escrito" mesmo que não haja prova alguma disso, e aí daquele que rejeitar, será condenado,mas o que intriga mais ainda é o facto de joseph smith ter sido maçom por 2 anos, depois de a igreja já existir! e depois usar os mesmos símbolos, rituais, investiduras etc.. e o facto dos homens casarem-se com várias mulheres no templo, o chamado: casamento celestial, nunca engoli isso, se tudo é por "revelação" será que nem DEUS sabe qual será a esposa na eternidade? ou será que na eternidade há poligamia? Espero não ofender ninguém SUD, talvez eu esteja realmente "enganado". Ma vi coisas muito estranhas. Há alguns anos quando estava no RJ, conheci 2 líderes de missão: o lugar onde viviam eram aptos de luxo, verdadeiras coberturas com carros importados! não que eles não mereçam, mas os pobres missionários andam sol a sol alguns com sapatos furados,(pois não tem $ para comprarem)e comem na casa dos membros, o que é um fardo pesado para muitos, pois nem todos tem condições financeiras para dar almoço!
    será que a igreja não tem $$ para alimentá-los, mas os líderes vivem no extremo luxo e certamente devem comer o melhor! gastam milhões de dólares construindo templos,também nunca engoli isto! mas como eu disse: talvez eu esteja a ser injusto! perdoem-me se estou! mas quando leio a bíblia, vejo exemplo de apóstolos humildes, repartindo o pão com os necessitados etc... é difícil aceitar isto! sem falar das injustiças que já presenciei! já vi casos de excomunhão (por uma suposta traição no casamento)sem prova alguma! mas tudo é por "revelação" vi um caso de uma mulher que era casada com um líder da estaca, este falsificou uma assinatura para não dividir os bens! nada lhe aconteceu, pois é "líder" resultado: ela abandonou a igreja, óbvio! Como eu disse; nunca irei compreender certas coisas! encerro minhas palavras.
    Que Deus abençoe a todos!

    ResponderExcluir
  34. Sr Antônio. Nada do que vc escreveu denigre a fé SUD. Fraquíssimas tuas argumentações.Pensei que fosse algo que pudesse abalar minha fé.

    ResponderExcluir
  35. "...Vivem em paz com todos. Não precisam prestar contas de seus atos ao seu líder eclesiástico. Pois não possuem líderes eclesiásticos."

    Parecido com o sentimento de Caim, no primeiro fratricídio.

    ResponderExcluir
  36. Jonas Viotto!

    O que escrevi foi que não preciso prestar contas a nenhum líder eclesiástico mesmo. Por isso não sigo nenhum a religião. Para mim, todas as religiões que se embasam em arrecadação de dinheiro para aumentar o seu patrimônio e que têm seus líderes como deuses não serve.

    ResponderExcluir
  37. Antonio,

    É por esses motivos que você apontou que tornei-me SUD, senão eu continuaria sendo ateu.

    ResponderExcluir
  38. Gente, Sejam Cristãos. Leiam a Bíblia. Isso que vocês estão fazendo não é algo que Jesus faria ou diria ser certo. Amai-vos uns aos outros e principalmente a Deus sobre Todas as coisas! Esqueçam a idolatria. Quem é esse Joseph, senão um homem feito do pó da terra e falível como nos outros? Será que Deus daria sua glória a ele, e o deixaria ver tanta coisa para ser considerado santo?

    Pensem nisso.

    ResponderExcluir
  39. Vou relatar algo que aconteceu na minha Ala.
    Há dez anos atrás, um Bispo, se valendo de alguns pecados da juvemtude de uma senhora, casada, com vários filhos, que tinha acabado de se batizar na Igreja, com toda a família, bem, se valendo do conhecimento de alguns pecados, manipulou e seduziu essa senhora. Então depois a senhora deixou de ir a igreja e confessou ao marido o que havia feito...passadas algumas semanas, a Presidente da SOC, foi até a casa da membro novo, para ver o que tinha acontecido, então ela confessou a Presidente da SOC, que falou com a liderança da Estaca. O Bispo então chamou membro por membro para o bispado para contar a versão dele, foi muito constangedor...
    Moral da história: Foi feito um conselho disciplinar, onde o Testemunho aceito foi de um amigo do tal bispo,que não tinha religião,saído não sei de onde, que serviu de álibi para o tal Bispo, a essa membro novo foi excomungada. O Bispo foi defendido pela Panelinha, e quem se horrorizou foi rotulado imediatamente de "conspirador para derrubar o "pobre Bispo", assim que se resolveu o problema. Lembrando que foi o proprio bispo iníquo que chamou as pessoas para dentro do bispado para contar a versão dele. Por acaso ele era algum enviado de D'US que teríamos que ouvir a história suja e não poder sequer decidir ficar neutro na história?Porque os neutros também foram tachados de "conspiradores", eu esntão que cometí o grave pecado de ter cancer na missão "desonrada", fui considerada a cosnpiradora terrível, sendo que eu só conhecia a tal família de domingo, nem os nomes deles eu sabia.Eram membros novos. Bom, aconteceu com o tal bispo iníquo: a vida dele e da família virou de cabeça para baixo. Ele mudou de estado.
    E ficou o dito pelo não dito.
    Por isso, Mormons ativos que entram aqui para falar mal desse site, vcs deveriam clamar por justiça, cada um na sua ala, porque assim, quem sabe, a liderança da Igreja se arrependeria dos seus pecados, e a igreja seria uma outra coisa.
    Sou afastada a dez anos, e sou judia messiânica.
    Também sofrí anti-semitismo na minha ala, mas essa é uma outra história que eu contarei algum dia, se é que vc me dá permissão para postar meinhas histórias no seu blog, porque não tenho blog.
    Que Yeshua Ha Mashiach, Jesus O Cristo os abençoe e proteja, sempre!

    ResponderExcluir
  40. O comentário de Jonas Vioto não tem nada a ver.
    Você confunde um assassino como Caim, com a decisão de um filho de D'US de não seguir pastores, bispos, etc?
    Você não tem argumentos.
    Quem não tem argumentos deve ficar quieto.
    Vc faria melhor de fosse praticar a justiça de D'US na sua própria ala e tivesse a coragem de não defender iníquos.
    Vc faria a mesma acusação ao Senhor Jesus, tal como os fariseus.
    Cuidado...Isso não vai te levar a Kibelob....
    Arrependa-se irmão.

    ResponderExcluir
  41. Olá, meu caro irmão.
    Quero em primeiro lugar informar que não é minha intenção fazer qualquer tipo de ataque pessoal a você ou a qualquer ex-mórmon.
    Eu sempre li artigos contra a Igreja e isso nunca abalou a minha fé, na verdade ela sempre aumenta.
    Posso afirmar que tudo o que você coloca aqui contra a igreja tem resposta na Bíblia. (Para quem crê só nela).
    Lemos em Mateus 16: 13 a 23 que JESUS CRISTO edificaria a SUA IGREJA (A IGREJA DE JESUS CRISTO) e que a igreja sempre deve ser dirigida por REVELAÇÃO.
    Ou você acredita em revelação ou não, se acredita segue, se não acredita não segue.
    Como você informa que não acredita mais em nada (O que eu duvido! com todo respeito)... não segue as revelações. Como eu acredito eu continuo seguindo...simples assim.
    Um abraço
    JOSÉ ALBERTO RODRIGUES email professorjar@gmail.com

    ResponderExcluir
  42. Não li todos os comentários acima, não faço ideia de algumas criticas que talvez o blog tenha recebido. Enfim, o queria elogiar pelo texto, eu tbm fui mormom, tive chamados era paparicado pelo presidente de estaca e um alienado como muitos. Contudo me desvinculei da igreja, vi que o que acontecia la dentro era um grande teatro, uma lavagem cerebral, onde não é a fé que move as pessoas la dentro e sim a ignorancia e a alienação em verdades miticas as quais escravizam pessoas inocentes, é muito lindo falar em igreja dirigida por revelação e que o próprio jesus cristo governa a tal Igreja SUD, mas isso tem um NOME: CONTROLE DE MASSA, pelo medo e pela coerção eu domino e alieno pessoas em qualquer parte do mundo, e falo isso não só como um ex.membro desta seita mas como um estudante de psicologia. A linda caridade e obra missionaria não passa de uma burocracia estadunidense e corrompida a qual metodifica e hieraquiza ajuda ao proximo, acreditar e dizer que o tal jesus governa a igreja é facil e poderoso, o dificil é isso ser aplicado, ter um coração quebrantado e um espirito contrito é uma otima aula de domingo, principalmente quandos saimos da sacramental e nos cumprimentamos o dificil é ter propriedade no que se fala e mais FAZER sem querer ter mérito, o programa mãos que ajudam na minha cidade até propaganda na TV globo tem. Membro novo só tem importancia até ele estar totalmente vinculado a igreja e preso no emaranhado filosofico de tal, quando feito ele torna-se um numero a mais, para uma futura divisão de ala e estaca. Arrependo-me profundamente de ter vivido em tal comunidade religiosa por tantos anos da minha vida.
    Felipe

    ResponderExcluir
  43. Sou membro da Igreja a 45 anos, já vi de tudo acontecer, então posso dizer que sou uma pessoa experiente em falar algumas coisas,se o Sr Antonio tem um blog para falar contra sa doutrinas da Igreja é um problema dele, e mesmo contrarios a nossa posição como membros da Igreja deve ser de respeito, pois isso é uma opção dele, o que importa é o que queremos para nós como pessoa, cada um tem esse livre arbitrio dado por Deus e na terra dada pela constituição de nosso País.
    Tive um amigo por muitos anos na igreja,estudavamos no mesmo colégio e sala de aula, crescemos fomos para a missão juntos, voltamos eu me casei e ele afaostou-se da igreja e tornou-se um ex-mormon, sempre criticou a Igreja com suas opiniões as outras pessoas mas nunca falou essa coisas para mim e eu nunca o critiquei sobrte sua decisão pelo contrario continuamos amigos como sempre, a amizade e muito mais importante do que meras opiniões e convicções, cada um tem direito as suas proprias ideias e convicções e como pessoas devemos respeitá-las, as do Sr antonio eu as discordo, mas as respeito, porque ele tem esse direito.
    Só discordarei um dia em que ele expressar alguma coisa pessoal a alguma pessoa diretamente.

    ResponderExcluir
  44. Poty!

    Por eu ter este blog, o problema não deveria ser só meu. Com todas as evidencias que foram publicadas, as histórias de vida que foram testificadas aqui deveria ser um grande problema para todos os membros do mormonismo. Com seus 45 anos de Igreja acho que a comodidade não deveria prevalecer. Não importa o tempo de Igreja, sempre haverá espaço para a razão. Por favor, analise detalhadamente tudo o que está exposto neste blog. Não se deixe levar apenas por palavras de líderes que são tão falhos como qualquer um não membro. Pense nisso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parece que a missão de vida do Popinhaki agora é que os membros tomem como verdade absoluta, indiscutível, inquestionável suas "grandes descobertas". Você Popinhaki faz tantas generalizações nesse blog..."os membros são isso, são aquilo"...nunca há nenhum elogio sincero...não enxerga nada bom...nada sensato...Quando um membro vem defender o mormonismo acha graça, trata com escárnio...que a pessoa tem devaneios...quando alguém vem falar mal exalta essa pessoa mais que tudo...sua motivação é o ódio, o ressentimento...o rancor...que tristes motivações, lamentáveis.

      Excluir
  45. Sr. Antonio,

    Respeitosamente um artigo para sua reflexão e a dos seus "amigos"...

    Quero destacar que talvez fosse mais apropriado assumir sua posição como desigrejado do que promover ataques ofensivos contra a doutrina mórmon. Não sei dizer se de maneira correta, consegui extrair dos seus artigos uma ligação enorme com a questão financeira, ou mesmo uma decepção enorme por seu sacrifício não ter sido premiado com as posições que tanto te atraiu a atenção e que propiciam conforto financeiro. No mundo corporativo vi isso, mais de uma vez, aquele que crê que depois de tanto tempo (tempo e não competência) era a condição para ser eleito. Saiam frustrados e denegrindo a instituição que não sofria nenhum um arranhão com seus comentários e esforços negativos
    É claro que este tipo de atitude em primeira instância gera revolta e reações, o que torna compreensível a atitude de muitos membros (fieis leais a seus votos e princípios, todavia, lembre-se que isto também pressupõe a existência de algo errado com sua relação com esta Igreja que tanto você ataca). Nada é gratuito dessa forma e com essa intensidade.
    Ou diria que o Sr, na verdade, esta imbuído da mais altruísta solidariedade para com o próximo? Lembre-se (como já disseram aqui) todos tem a liberdade de crer no que julgam mais apropriados para si próprios.

    ResponderExcluir
  46. continuação postagem anterior...

    Alguns simplesmente abandonaram a igreja e a fé. Mas, outros, querem abandonar apenas a igreja e manter a fé. Querem ser cristãos, mas sem a igreja. Muitos destes estão apenas decepcionados com a igreja institucional e tentam continuar a ser cristãos sem pertencer ou frequentar nenhuma. Todavia, existem aqueles que, além de não mais frequentarem a igreja, tomaram esta bandeira e passaram a defender abertamente o fracasso total da igreja organizada, a necessidade de um cristianismo sem igreja e a necessidade de sairmos da igreja para podermos encontrar Deus. Estas ideias vêm sendo veiculadas através de livros, palestras e da mídia. Viraram um movimento que cresce a cada dia. São os desigrejados.
    É curioso que a passagem predileta dos desigrejados – “onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, ali estou no meio deles” (Mt 18.20) – foi proferida por Jesus no contexto da igreja organizada. Estes dois ou três que ele menciona são os dois ou três que vão tentar ganhar o irmão faltoso e reconduzi-lo à comunhão da igreja (Mt 18.16). Ou seja, são os dois ou três que estão agindo para preservar a pureza da igreja como corpo, e não dois ou três que se separam dos demais e resolvem fazer sua própria igrejinha informal ou seguir carreira solo como cristãos.
    O meu ponto é este: que muito antes do período pós-apostólico, da intrusão da filosofia grega na teologia da Igreja e do decreto de Constantino – os três marcos que segundo os desigrejados são responsáveis pela corrupção da igreja institucional – a igreja de Cristo já estava organizada, com seus ofícios, hierarquia, sistema disciplinar, funcionamento regular, credos e confissões. A ponto de Paulo se referir a ela como “coluna e baluarte da verdade” (1Tm 3.15) e o autor de Hebreus repreender os que deixavam de se congregar com os demais cristãos (Hb 10.25). O livro de Atos faz diversas menções das “igrejas”, referindo-se a elas como corpos definidos e organizados nas cidades (cf. At 15.41; 16.5; veja também Rm 16.4,16; 1Co 7.17; 11.16; 14.33; 16.1; etc. – a relação é muito grande).
    No final, fico com a impressão que os desigrejados, na verdade, não são contra a igreja organizada meramente porque desejam uma forma mais pura de Cristianismo, mais próxima da forma original – pois esta forma original já nasceu organizada e estruturada, nos Evangelhos e no restante do Novo Testamento. Acho que eles querem mesmo é liberdade para serem cristãos do jeito deles, acreditar no que quiserem e viver do jeito que acham correto, sem ter que prestar contas a ninguém. Pertencer a uma igreja organizada, especialmente àquelas que historicamente são confessionais e que têm autoridades constituídas, conselhos e concílios, significa submeter nossas idéias e nossa maneira de viver ao crivo do Evangelho, conforme entendido pelo Cristianismo histórico. Para muitos, isto é pedir demais.
    Eu não tenho ilusões quanto ao estado atual da igreja. Ela é imperfeita e continuará assim enquanto eu for membro dela. A teologia Reformada não deixa dúvidas quanto ao estado de imperfeição, corrupção, falibilidade e miséria em que a igreja militante se encontra no presente, enquanto aguarda a vinda do Senhor Jesus, ocasião em que se tornará igreja triunfante. Ao mesmo tempo, ensina que não podemos ser cristãos sem ela. Que apesar de tudo, precisamos uns dos outros, precisamos da pregação da Palavra, da disciplina e dos sacramentos, da comunhão de irmãos e dos cultos regulares.
    Cristianismo sem igreja é uma outra religião, a religião individualista dos livre-pensadores, eternamente em dúvida, incapazes de levar cativos seus pensamentos à obediência de Cristo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Theofilo,
      Seu comentário é muito sensato...Essa questão financeira por trás dos comentários do Popinhaki é perceptível...muito visível nas linhas e entrelinhas.

      Excluir