Traduza para outra Lingua!

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

CRÍTICAS AOS SANTOS DOS ÚLTIMOS DIAS!


Prezado amigo,
Espero que você possa postar minha declaração em seu blog, visto que, pelo conteúdo do mesmo não será de seu interesse.
Li algumas mensagens postadas no mesmo e gostaria de comentar alguns detalhes. Você parece muito desapontado com certas atitudes de alguns membros da Igreja e publica as suas falhas de forma a desacreditar a Igreja e seus ensinamentos. Pessoas não são perfeitas, se a Igreja fosse para os perfeitos com certeza não passaríamos de seus portões. Existem milhares de testemunhos de pessoas que são gratas pela luz do evangelho de Jesus Cristo e estes testemunhos você não consegue publicar.
Fui batizado quando tinha 18 anos (tenho 48 anos) e servi honrosamente uma missão, vi muitos erros durante minha vida da Igreja, mas, com certeza isto não afetou nem afetara meu testemunho na doutrina da Igreja. Tive experiências sagradas demais para serem narradas. E posso afirmar com certeza que esta é a única Igreja de Jesus Cristo na face da terra. Você tem o seu livre arbítrio, é um direito seu, mas, gostaria de testificar que um dia você concordará comigo, não é uma questão de "SE" e sim "QUANDO".
Tenho 3 filhos com idades muito inferiores a sua que possuem um testemunho, fé e conhecimento muito maior do que o seu, que é baseado única e exclusivamente nas falhas de pessoas. Se fossemos censurar falhas de seguidores de Cristo, acredito que você não seguiria o próprio Cristo se presenciasse Pedro negando-o por 3 vezes e o que falar do chamado de Paulo para apóstolo quando ele perseguia os Cristãos e os levava para serem julgados e mortos e Judas que foi um apóstolo e vendeu o próprio Cristo. Você com certeza não acreditaria na organização que Cristo estaria formando, com certeza se afastaria dela. Agora, gostaria de lhe dar um conselho: A Igreja não possui alguns membros como você e sim milhões de membros que possuem um testemunho, atente para a felicidade de cada um deles e tente postar em seu blog. Acredito que não haverá espaço nele para tal. Se você se considera um discípulo de Cristo pergunte a si mesmo independente das ações de outros: Cristo está apoiando e engajado em seu trabalho? Ele estaria fazendo o que você está? - Em vez de estar mostrando aos outros o que você não acredita, ensine o que você acredita e diga, testifique com a sua própria vida se Cristo e o Pai Celestial está do seu lado? Tem coragem para isto? - Você pode enganar a todos, menos a Trindade.
- Pergunte em sincera oração ao Pai Celestial se ele está satisfeito com o que você está fazendo. Acredito fielmente e posso testificar a você como Portador do Sacerdócio de Cristo que se alguém está feliz com sua atitude não são o Pai Celestial, Jesus Cristo e o Espírito Santo. Você ficará surpreso um dia quem irá lhe agradecer pelo o que você está fazendo. Como disse não é uma questão "se" você irá acreditar e sim "quando". E não só você mas, todos os seus seguidores. Todos os que eram contra o profeta Joseph Smith na época estão mortos e a Igreja continua crescendo. Posso lhe garantir que o mesmo acontecerá com você. Suas palavras serão sufocadas pelo testemunhos de milhões de pessoas, "honestas de coração" em descobrir a verdade que ainda estão para aceitar este evangelho. Você desaparecerá e a Igreja continuará a crescer, templos serão construídos e você será esquecido. Isto eu posso lhe garantir.
Agora apenas comentando sobre a irmã Jane Manning James, gostaria que você lesse o link abaixo e ouvisse de suas próprias palavras o testemunho que a mesma tinha sobre a igreja (acredito que você não pesquisou o suficiente). O testemunho é "dela" e não "seu", como pode falar da Igreja usando o nome dela quando ela mesma tinha um fé muito maior que a sua. Posso dizer que é uma grande falta de respeito sua para com ela e digo que "quando" você estiver diante de Jane Manning terá que responder por isto também.
Para uma "leitura cuidadosa" em respeito a Jane Manning James e seu esposo gostaria que você colocasse tal link em seu blog, à propósito, está em Inglês, mas, a veracidade de suas palavras contém o mesmo sentido em qualquer idioma:
Quando Cristo perguntou se alguém queria se retirar pois, seus discípulos haviam escutado palavras muito duras e "muitos" já não estavam com ele. Meu testemunho é o mesmo que Pedro: "Para onde iremos nós?"
Se este evangelho que Joseph Smith ajudou a restaurar é tão pequeno, o que "você" tem de oferecer de melhor. Que sacrifício você fará pela sua causa?
Peço que considere tudo o que está fazendo e ore ao Pai Celestial, estamos dispostos a ajudá-lo pelo que você ainda não sabe e ainda não sentiu.
Com sinceridade de coração e com um testemunho inabalável.
Saulo Barbosa Moura

Respondendo!

Recebi este email com o título: Crítica aos Santos dos Últimos Dias!

Senhor Saulo Barbosa Moura!
Agradeço-lhe por ler meu blog. Sinto muito se o conteúdo não lhe é agradável. A verdade às vezes dói. Imagine se eu, no meu auge do mormonismo, me deparasse com um blog assim, recheado de conteúdo denunciando as mentiras do mormonismo? Ficaria maluco! Ligaria, mandaria email, comentaria e falaria mal principalmente do autor do blog. Chamá-lo-ia de apóstata, filho da perdição, servo de Satanás. Onde já se viu? Uma pessoa que se preze não deve gastar seu precioso tempo tentando denegrir a imagem de uma corporação tão séria como a Igreja Mórmon. Só mesmo um doido desvairado. Esse seria meu pensamento. Reflete exatamente o pensamento do autor deste email.
Reafirmo aqui que não tenho nada pessoal contra nenhum membro da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, nem das Alas que frequentei, nem de outros lugares. Para mim, são tão vítimas da doutrina, quanto eu mesmo fui um dia. Eu entendo que as pessoas não são perfeitas, como você mesmo diz em seu email. Aliás, essa é a principal desculpa para tudo o que mostramos aqui sobre o mormonismo. “As pessoas são falhas. A Igreja é verdadeira, perfeita e imaculada, mas os membros não são”.
Quanto a orar a Deus e perguntar para ele se está mais contente comigo ou com as obras do “profeta” Thomas? Digo-lhe que se eu acreditasse no Deus Mórmon, com certeza receberia a resposta que minha obra é mais verdadeira do que a do Thomas. Eu, pelo menos, não preciso mentir. Não preciso mentir que a tradução do Livro de Abraão é verdadeira. Não preciso mentir que a Igreja está crescendo continuamente. Não preciso mentir que a Igreja não é preconceituosa, homofóbica e racista. Não preciso mentir que o livro de Mórmon é verdadeiro e que foi ditado por Deus, palavra por palavra, e depois foram feitas mais de 4 mil alterações gramaticais nele. Não preciso mentir que Joseph Smith Jr. foi um santo homem, um exemplo de virtude, quando todos sabem que ele foi um tirano, insano, polígamo e pedófilo. Eu, pelo menos não minto quando afirmo que a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias não é a obra de Deus na Terra. Trata-se de um embuste financeiro que enganou milhões de pessoas. Mas que agora, graças à mídia globalizada, não engana mais, nas mesmas proporções de outrora. Então, ouso em afirmar que se eu acreditasse em Deus, nos moldes do mormonismo, Ele estaria mais contente com o meu blog e suas afirmações verdadeiras, do que com a obra mentirosa presidida pelo falso profeta, chamado Thomas. Aliás, estou esperando uma profecia de peso dele. Algo impactante. Ele não profetiza nada? Acho que é um embusteiro, bem maquiado, com muito pó sobre aquela cara de velho. Não entendo porque a vaidade. Ele quer se parecer mais jovem para seus membros? Por isso se "emboneca" tanto com maquiagem?
Achas que eu não tenho coragem de prestar um testemunho? Vai lá: Eu, Antonio Carlos Popinhaki, presto solenemente meu testemunho, de que eu sei (acredito firmemente e convictamente) que a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias não é a obra de Deus estabelecida na terra. Não é a Igreja verdadeira. Seu fundador, Joseph Smith foi um pilantra, um mau caráter. Deus nunca este à frente desta obra. É tudo questão de dinheiro.
O link da página que você mandou é de uma página criada por membros da Igreja Mórmon. Da mesma forma que você acha que eu não sei de toda a verdade sobre essa senhora negra, digo-lhe a mesma coisa. É fácil ser parcial. Difícil é usar de imparcialidade. E quando eu leio blogs e sites de membros da Igreja Mórmon, não vejo nada de imparcialidade. Sempre puxam a brasa para assar a sua sardinha.
Porque você não fala abertamente sobre as declarações racistas de Brigham Young? Sobre a afirmação profética de que a lua é habitada por pessoas que se vestem à moda dos Quackers? E sobre a poligamia? A poliandria? A pedofilia? Os Mórmons não comentando sobre esses assuntos importantes, são totalmente parciais.
Espero ter respondido vosso email. Ele está publicado, juntamente com a minha resposta, para a vossa apreciação, bem como, a apreciação dos membros da Igreja Mórmon.

Antonio Carlos Popinhaki

8 comentários:

  1. Antonio Carlos, suas resposta foi suficiente para um bom entendedor. Os mórmons tentam a todo custo provar as coisas pelos sentimentos. Um cientista por exemplo, se tentar apresentar uma tese ou trabalho científico ou acadêmico, apenas testificando as coisas, apenas dizendo que sabe que é verdade, que sente que é verdade. Com certeza essa pessoa não seria aceita na comunidade acadêmica e universitária apenas por sentimentos, ao invés de apresentar provas empíricas e seu trabalho seria sumariamente desclassificado.

    ResponderExcluir
  2. Antonio Carlos,
    Como sabes, sou leitor assíduo de seu Blog e, por conseguinte, admirador de sua coragem e valentia em defender suas opiniões.Eu recomendo seu blog a todos aqueles que querem conhecer o mormonismo para além das belas fachadas de seus edifícios.
    Me dá sono ouvir a frase: “ a igreja é verdadeira os membros é que são imperfeitos”. Não sei como eles (los mormones) conseguem a proeza de levar à frente uma obra “verdadeira”, mas dirigida por gente tão orgulhosa e arrogante. Primeiramente, uma igreja ou uma obra religiosa é avaliada pela qualidade moral de seus membros, uma árvore boa não pode dar maus frutos e a igreja mórmon só está aonde está por ter dado muito atenção ao espírito capitalista do que a ética protestante.Falhos somos todos nós, nada de novo nessa palavras, então é melhor mudar um pouco esse discurso desgastado. Creio que a igreja mórmon nasceu corrompida, fruto de várias mentiras originadas da mente doentia de um visionário e embusteiro (JS). O que veio dele nada se aproveita. Depois do golpe que B. Young e seus aliados deram na turma de Emma Smith a igreja toma um novo rumo sem abandonar velhas práticas, com a história bem registrou: Poligamia, maldição de Caim,re-batismo,ordem unida,o projeto do estado Deseret , a justificação pelo sangue. Estamos apenas falando que a igreja se tornou o que é porque foi bem administrada como empresa e não como religião. Com todos os méritos, foi administrada como um negócio e prosperou muito bem como negócio.Como religião não chegou nem as pés da conglomerado de empresas, e está em plena decadência, os números confirmam isso.Se eu fosse um administrador elogiaria a empresa más, como estou mais interessado em analisar a religião posso chegar a conclusão que a igreja administra a igreja como mais um de seus inúmeros negócios e está aí um de seus maiores problemas. O outro, e mais importante problema do mormonismo, é o que ele foi edificado sobre um alicerce extremamente fraco, JS e suas mentiras, esse é motivo pelo qual escrevo e que está levando o mormonismo para o buraco.Existem outros motivos? Sim, posso dizer alguns.Menos de 30% dos membros da igreja no Brasil são ativos isto é: freqüentam pelo menos uma reunião sacramental a cada 3 meses; os templos e capelas estão a cada dia mais vazios; a sede da igreja em SLC dá pouco apoio aos líderes locais ; a disputa por cargos remunerados ( existem muitos)formou uma elite dentro do mormonismo dando espaço aos carreiristas;Autoridades Gerais estão a cada dia mais longe dos pobres da America Latrina;a igreja não investe em educação e saúde na Brasil .Esses são apenas alguns motivos da desilusão dos brasileiros com o mormonismo. E se alguém acha que a igreja deve ser poupada de críticas deve estudar mais um pouco de sua história e verá o tamanho de seu engano.O mormonismo é uma grade ilusão.

    ResponderExcluir
  3. Saulo Barbosa Moura leu o blog, mas não entendeu! É uma pena, porque o objetivo desse blog é dar a quem procura, entendimento sobre a verdade do mormonismo - que não se aprende nas palestras missionárias, aulas da escola dominical e discursos das reuniões sacramentais nas capelas SUDS.
    Lamentável!

    ResponderExcluir
  4. Eu tambem quero prestar meu testemunho e sei que essa igreja NAO e verdadeira. Que Joseph Smith NUNCA foi um profeta de Deus. Me batizei no mandato do Gordon B. Hinckley e nunca vi nele inspiracao profetica, com Thomas Satan menos ainda. O livro de mormon nao passa de uma invencao, uma copia mal feita da biblia. Quem quiser continuar a acreditar na safadeza das autoridades gerais que o faca, que continuem doando seus 10% e ofertas pra engordar ainda mais os bolsos de siao. So que da minha parte essa igreja falsa nao vera nem um tostao.
    Essa igreja e verdadeira. E a verdadeira igreja do diabo isso sim.

    ResponderExcluir
  5. (Via Facebook)!

    Olavo Dos Santos Martins

    Essa coisa de provar as coisas simplesmente pelos sentimentos é uma das maiores falácias que o Mormonismo prega pelos quatro cantos do mundo. É uma das maiores, senão a MAIOR MENTIRA que o movimento prega por todo lado. E o fato do LM dizer que devemos verificar se as coisas NÃO são verdadeiras completa a armadilha para pegar os investigadores incautos...

    ResponderExcluir
  6. Antonio,

    Gostei deste post! Até agora procurava um post com a declaração de alguém que não compartilhasse de suas opiniões, e você teve coragem de postar!
    Que bom!

    Só queria lhe pedir o seguinte:
    Não é o primeiro post que você diz que Joseph Smith era pedófilo. Gostaria de ver que documentos você tem para provar isso.

    ResponderExcluir
  7. Jonas Viotto!

    Se Joseph Smith não era pedófilo, porque molestou meninas menores?

    http://sobreomormonismo.blogspot.com/2011/07/esposas-adolescentes-joseph-smith.html

    ResponderExcluir