Traduza para outra Lingua!

quarta-feira, 6 de julho de 2011

MINHA EXPERIENCIA COM UM APÓSTOLO MÓRMON!



(Escrito por um Ex-Presidente de Estaca Mórmon)
Certa vez participamos de um serão na cidade de Santa Maria, RS, Brasil, o discursante era Élder Scott, membro do quórum dos doze apóstolos. 
 A notícia do serão foi uma alegria para todos os  que desejavam ver de perto um apóstolo de Jesus Cristo. Na ocasião os presidentes de estacas foram entrevistados por ele, juntamente com suas esposas. Antes do serão os presidentes participaram de uma reunião de treinamento, aliás, treinamento é a palavra chave para todas as reuniões da Igreja De Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Muitos números, metas, conselhos, tudo o que o "reino de Deus precisava para crescer", como se Deus como “ser onipotente” precisasse orientar meros mortais para a expansão de seu reino. Bem, mas eu estava lá, a entrevista foi algo bem informal com perguntas do tipo: como nós como casal havíamos nos conhecido? Como havíamos conhecido a igreja? Etc.  Eu ainda dispunha de um pingo de esperança que todas as coisas ruins, polêmicas conhecidas da igreja fossem erradas. Minha esposa (creio que por estar grávida) ficou fortemente tocada com a presença daquele homem. Mas ele não falou nada que pudesse ser realmente diferente, algo que pudesse justificá-lo como sendo uma pessoa que pudesse verdadeiramente conhecer o "Cristo". Ao olhar para a condição de minha esposa que estava grávida ele disse que nossa filha (antes ele havia perguntado se seria menino ou menina), seria muito linda e que seria uma benção para nós.
Ouvir estas palavras, de nenhuma forma me surpreendeu, pois ela ao nascer, por ser minha filha, para mim seria sempre linda e sempre uma benção, independente de ser ou não perfeita. Seria minha filha linda e uma grande alegria para mim, como de fato tem sido sempre até hoje.
Algo que me chamou a atenção foi à maneira como os membros tratavam aquele homem, quase como que sendo um deus. As pessoas se espremiam para tocá-lo, apertar sua mão, seus olhos pareciam saltar à vista, de tanta atenção que as mesmas dispunham sobre aquele homem, cujas técnicas de manipulação em massa eram fortemente percebidas.
Um homem com a formação intelectual como a dele sabe muito bem como persuadir outras pessoas. Ficou naquele dia provado para mim, não que ele era um “apóstolo”, mas sim a necessidade que as pessoas possuem de se ter um deus. Imagina agora na igreja cujo ensinamento maior é de que se pode tornar um “ser supremo”. As pessoas pareciam estar em transe. É claro que não faltará quem diga que aquilo era o "espírito"... Mas não era! Eu tinha a mais plena certeza de que precisava colocar minha mente em ordem, caso contrário iria enlouquecer em uma seita manipuladora, omissa, mentirosa, fraudulenta, arrogante e acima de tudo, muito maléfica para a mente humana.
Mas eram 30 anos que precisaria deixar para trás, além de muita discriminação a ser enfrentada, mas a coragem era fundamental naquele momento, para que eu pudesse me manter consciente, como um ser humano normal. Como o filho de um deus criaria uma igreja, tão cheia de erros, tão inescrupulosos? Como este "deus de amor" iria permitir a manipulação de outras pessoas? Manipulação por meio de mentiras, fraudes, derrame de sangue, abuso de autoridade para obtenção de prazeres sexuais? E tantas outras coisas absurdas que de fato hoje são provadas e mostradas ao mundo... 
Desde então tenho chegado a algumas conclusões:

1, Se alguém lhe proibir de ler  alguma coisa é por que esse alguém possui algo muito importante, que não quer que você conheça;
2, Toda religião é manipuladora e é extremamente prejudicial ao intelecto, como disse Marx "a religião é ópio do povo". Ela é capaz de criar alucinações como qualquer droga alucinógena;
3, As pessoas não precisam crer em coisas sobrenaturais. Elas precisam é de educação formal, leitura, informação, liberdade para questionar. Uma mente  só pode se desenvolver se for estimulada. Qual religião estimula o raciocínio lógico? 

Ao entrar nas salas de bate papo, muitos me convidam a conhecer a igreja, a falar com os missionários... Quando digo que conheço o mormonismo muito mais do que eles imaginam e que fiquei longos 30 anos, o tom da conversa muda e passa para o tom agressivo. Mas não se pode parar a informação e espero viver muito tempo para ver como as coisas irão funcionar na igreja com esta avalanche de documentos, registros, fatos chegando todos os dias. É provável que poucos saiam do delírio, mas não tenho dúvidas que o crescimento não será como já não tem sido o mesmo.
Richard G. Scott


Foto desta página encontrada em: http://pt.mormonwiki.com/Richard_G._Scott

22 comentários:

  1. Antonio Carlos: também já tive experiência semelhante a sua. Presenciei também como os mórmons tratavam as autoridades (apóstolos, setentas e até presidentes de missão), como se fossem um deus. Na verdade são pessoas comuns, que comem, bebem e fazem suas necessidades fisiológicas como qualquer outro ser humano. Os seres humanos falhos tem essa mania de tratar autoridades eclesiásticas como se fossem deus. Isso ocorre na ICAR, IURD, IAD e outras religiões. Lembro-me da visita do papa ao Brasil, fizeram móveis com as mais caras madeiras e adornados em ouro. Isso é perder tempo, pois não acrescenta nada só mostra a idolatria em adorar homens mortais e falhos, como todos os seres humanos. O pior é que os seres submissos de quaisquer religiões não mudam, continuam adorando falsos homens e se iludindo com falsos discursos. Nossa vida precisa continuar, precisamos trabalhar, estudar e cuidar de nossas famílias, essa será nossa maior herança, nossa família e nosso caráter e não perdermos tempo com americanos utópicos ou líderes eclesiásticos lunáticos e fora da realidade.

    ResponderExcluir
  2. Mas qual o nome desse presidente de estaca?
    Como você posta um artigo de outra pessoa sem dar referência ao nome?

    ResponderExcluir
  3. Anônimo!
    Por razões pessoais dele, não foi colocado seu nome a pedido. Mas lhe asseguro que ele existe e eu o conheço. Os problemas pessoais dele a que me refiro, são relacionados à sua familia. É uma familia tradicional da Igreja. Alguns já abriram os olhos e cairam fora, outros aind permanecessem na seita. Mas com certeza dia virá em que ele colocará uma postagem aqui com nome e até foto.

    Vale apenas a minha palavra nesse momento, assegurando a todos que ele existe, eu o conheço e o que ele escreveu não é nada de diferente do que eu mesmo presenciei na Igreja. Certa vez vivi algo semelhante em Florianópolis, quando fomos conhecer o tal Apóstolo Faust. Um grosso! Não se parecia nada com um representante de Jeus Cristo. Éra arrogante e orgulhoso.

    ResponderExcluir
  4. Edson!
    Você, como sempre é muito inteligente em seus comentários. Os Mórmons lunáticos adoram seus lideres como deuses. É assim com Joseph Smith, o pedófilo e polígamo. Um mau caráter, que se vivesse em nossos dias, cadeira elétrica seria pouco pelos crimes que cometeu. Nossa sorte seria que a Mídia divulgaria amplamente suas barbaridas. Hoje ele não teria tanta influência, pois temos a internet e não há muitos tolos como no passado.


    Concordo com você que os membros de muitas religiões, inclusive e de forma específica o mormonismo, condenam os ídolos, mas têm líderes que eles idolatram. Os presidentes de Missão, de Estaca, Setentas, Apóstolos e o Presidente da Igreja, o qual chamam de profeta, mas não profetiza nada. É um reles mortal como eu eou você.

    Pobres tolos.

    ResponderExcluir
  5. ¨ ¨ Juliana
    .....................................................................

    muitos mormons se sabem quem sao os nomes dos exmormons passam a persegui-los injustamente com difamaçoes, mentiras e outros tipos de agressoes e perseguiçoes, e é por isso qui muitos exmormons procuram ficar anonimos, porque os mormons'ativos tem aparencia de santidade, mas é somente aparencia, porque muitos mormons'ativos gostam de perseguir exmormons qui perceberam qui a igreja'mormon nada tem de santa e é uma igreja com doutrinas fraudulentas contrárias ao evangelho e a Jesus, e essas doutrinas falsas do mormonismo ofendem ate mesmo a harmonia da vida.

    ResponderExcluir
  6. ¨ ¨ Juliana
    ....................................................................

    tambem tive oportunidade de conhecer de perto alguns apostolos mormons e outras autoridades gerais qui os mormons tratam como se fossem deuses, e todos essas autoridades'mormons e apostolos'mormons, nao tem nada de santidade, sao manipuladores, tem ate dificuldade pra esconderem qui eles sao falsos e desonestos, e percebi qui eles nao tem nenhuma orientaçao do espirito santo.

    ResponderExcluir
  7. Juliana!
    Obrigado pelos coment´-arios. São sempre muito positivos. Já sofro perseguições pessoais no meu blog devido as postagens. Mas por enquanto estou levando numa boa. Alguns Mórmons de plantão, não tendo argumentações racionais, partem logo para o ataque. No sábado, dia 09/11/2011, deverei colocar uma postagem sobre o assunto.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  8. Ernesto Che ( ex presidente de estaca)7 de julho de 2011 08:37:00 BRT

    É incrível como as pessoas são tomadas por ira ao serem questionadas sobre suas crenças. Mais um grande motivo para se combater a crença cega, esta ira, este ódio mostra claramente os malefícios que uma religião aprofundada em dogmas causa à uma pessoa. O teu blog é muito importante porque mostra o dia a dia de um membro da igreja, de um líder e, como de fato a Igreja de Cristo é de verdade. Até procuro entender esta revolta porque é muito difícil acordar para a realidade, é um processo doloroso. Mas, após se dar a opurtunidade da mente questionar entramos em um estado de mais pura tranquilidade emocional e racional, trazendo- nos assim muita felicidade para se viver a vida e desfrutá-la com toda a sua plenitude. Imagina só quando estou reunido com todos os meus familiares e eles começam a relatar as suas experiências na igreja, suas fofocas, eles sabem como eu penso, fico quieto para poder desfrutar o amor deles. Tenho certeza de que um SUD não ama quem não crê em suas crenças. Estou preparando outra experiência para vc postar.
    Viva a liberdade!

    ResponderExcluir
  9. Sábias palavras meu amigo! Um SUD não ama quem não aceita a doutrina Mórmon. Mesmo que sejam de dentro da propria familia, ainda assim, haverá alguma restrição. Felizmente minha familia saiu toda do mormonismo. Tive sorte nesse ponto.
    Tem outras religioes como as Testemunhas de Jeová que também tem esse tipo de situação. É muito triste tudo isso.

    ResponderExcluir
  10. ¨ ¨ Juliana
    ........................................................................................................

    '



    a igreja'mormon nao tem moral e nem autoridade pra exigir açoes corretas de ninguem, do mesmo modo nenhuma membro da igreja dos mormons, nao tem moral e nem autoridade pra exigir transparencia e moral de ninguem, porque a igreja'mormon tem passado podre e errado e os mormons sao adeptos de doutrinas contrárias ao evangelho e contra Jesus!
    '
    os exmormons foram enganados e por isso tem total autoridade e moral pra falar de doutrinas qui sao fraudulentas!
    '
    os mormons muitas vezes exigem fontes e clareza, moral... mas quem exige muita dignidade dos outros é gente corrupta, qui mesmo levando vida correta no momento, podera no futuro cometer erros muito podres!

    ResponderExcluir
  11. Oi, Antonio!

    Já estive algumas vezes em serões com Apóstolos, e percebi essa 'adoração' por parte de alguns membros. Também não gosto disso.

    Achei você bastante radical nesta postagem, pelo seguinte:

    Em todas as vezes que presenciei, o Apóstolo nunca abriu os braços no púlpito e ordenou que a multidão viesse a ele. Na verdade eles sempre dão a entender que não gostam disso. A iniciativa parte do próprio público. Alguns o fazem por serem há tantos anos influenciados pelos ensinamentos do Elder que sentem uma profunda admiração por ele, a ponto de quererem apertar sua mão. Outros, são os que você chama de membros 'alienados', que foram atrás do Elder só porque alguém foi na frente. Na Igreja infelizmente há muita gente que gosta de coisas como Big Brother, tendo essa imagem do 'ídolo' na cabeça, e temos que ter a esperança que a Igreja pode mudar as atitudes dessas pessoas.

    E outra: aqui é o Brasil! Se 60.000 lotaram o Morumbi apenas para ver o Luís Fabiano (nem era dia de jogo, hein?), e outros 100.000 lotaram a Gávea para ver o R. Gaúcho (sem ter jogo também), não é nada de mais ver 100 pessoas querendo apertar a mão do Elder Scott. Pega leve, Antonio!

    ResponderExcluir
  12. Jonas Viotto!

    Os Apóstolos MÓrmons gostam ]de serem endeusados sim. Conheci o Elder Faust e sei perfeitamente do que estou falando. Nem uma fotografia se pode tirar deles porque há uma regra de que é proibido. Não sei onde foram buscar isso. Uma vez estávamos num grande ginásio, em Florianópolis. Sentei-me bem na frente e quando o Apóstolo James E. Faust começou a discursar, uma menina que estava ao meu lado tirou uma fotografia. Logo viewram várias pessoas e a repreenderam na minha frente.

    Se os Apóstolos Mórmons não são endeusados, porque fazem tanto alarde quando um vem no Brasil? Porque a liderança local se mobiliza toda para que caravanas sejam organizadas para virem este Apóstolo falar?

    ResponderExcluir
  13. Antonio,

    Seu exemplo com essa experiência do Elder Faust mostra que o propósito deles é que as pessoas tenham o privilégio de ouvi-los, mas que entendam que embora estes sejam Testemunhas Especiais de Cristo, são seres humanos mortais e não devem ser o foco de adoração, mas indicam o caminho para tal.
    O 'alarde' que fazem é para que os membros tenham o privilégio de conhecê-los mais de perto. Não é bom quando um superior seu no trabalho te dá atenção, te convidando a participar de uma reunião importante? É a mesma ideia!

    ResponderExcluir
  14. Ví e ouví 3 apóstolos.
    Elder Scott, uma no CTM, outra numa estaca.
    Elder Faust, no Templo em são paulo
    e Elder Boyd K Packer.
    Bom, e Elder Scott nos disse duas coisas dignas de nota:
    A primeira uma "profecia" a respeito de uma pessoa do meu grupo de CTM: Que iria, essa tal pessoa, que não falou o nome, ser muito importante para o Brasil, na esfera política. Já fazem 18 anos e até hoje nenhum dos que estavam no CTM comigo sequer se candidataram a vereadores...mas vamos ver né, ainda tá valendo...
    A segunda, que ele, elder Scott, tinha visto Jesus Crsito cara a cara. (Se ele viu, porque eles afirmam que aquele jesus das gravuras mórmons é Jesus Cristo,sendo que não é, porque eu ví o Senhor Jesus num sonho e não é nada parecido com nenhum jesus das gravuras) Se ele tivesse visto mesmo ele mudaria as gravuras.
    Não senti que ele estava falando a verdade.
    Mas o pior foi mesmo Boyd K Packer, porque eu esperava que ele fosse um apóstolo com uma mensagem importante para os missionários, ele ele falou duas coisas que me marcaram:
    A primeira foi que quando estivessemos falando com os pesquisadores deveríamos ter em mente que toda pessoa anseia por fazer parte de um clube, então deveríamos enfatizar tudo o que a igreja tinha a oferecer parecido com um clube, para levá-los a se batizar.
    A segunda foi que deveríamos priorizar pessoas, ou seja, investigadores, que tivessem condições de pagar o dízimo, no final virei pra sister e falei: E agora sister? Na nossa área, só as pessoas mais humildes, moradores das favelas é que abrem a porta pra nós...as pessoas que tem maior poder aquisito nem nos recebe...o que vamos fazer? Claro que a sister falou, que a partir daquele momento as pessoas abririam a porta pra nós. o que não aconteceu...
    E o James Faust (RIP) deu um bom discurso, sem polêmicas...mas era do tipo, vcs serão abençoados nas suas missões e tals, não me lembro de nehuma palavra que ele tenha dito...de tão insignificante que foram as palavras dele, nada digno de nota.

    ResponderExcluir
  15. Sara12!

    Eu escutei da própria boca de James E Faust ele dizer que tinha visto Satanás no rio de Janeiro. Isso foi demais para mim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achei o texto "Minha experiência com um apóstolo mórmon" inadequado sem sentido para o que este blog se propõe. Em nenhum momento há um argumento aceitável para refutá-lo como apóstolo, há várias palavras acusadoras contra Igreja sem citar os motivos das alegações. Admiro Elder Scott, os discursos dele já inspiraram muitos momentos da minha vida, (tanto os que li, quanto os que ouvi) se o encontrasse e tivesse a oportunidade de conversar com ele iria agradecer pela sua boa influência e ensinamentos, ensinamentos estes que melhoram a vida de milhares. Se o encontrasse não iria olhar para ele com adoração e nem tentaria tomar do tempo dele apenas para tocá-lo ou apenas aperta-lhe a mão.

      Excluir
  16. Glaiton!

    Ledo engano o seu! O "apóstolo" não pronuncia palavras que melhoram a vida de milhares. Esses milhares a que você se refere apenas estão com suas mentes sob uma espécie de nuvem. Não conseguem perceber ou enxergar que a cada palavra bonita ou lisonjeadora que sai da boca deste homem, os membros ficam cada vez mais "amarrados", alienados à doutrina Mórmon.

    ResponderExcluir
  17. Oi Antonio! Moro em Florianópolis e descobri seu Blog recentemente. Entrei para a igreja SUD em 1982 e sinceramente faz tanto tempo que deixei que nem me lembro mais o ano (rs rs). Mas alguns anos me deixaram marcas, que foram "fermentando, fermentando"até explodirem: quando passei pelo tempo de SP em 1986 e missão de 86-88 (que serão motivos de outra conversa).. Falando de experiências com estes apóstolos, setentas, etc... Nunca senti nada de extraordinário e que eu ouvi era muito trivial, coisas sem nexo. Já conhecia a fama do Faust de grosso. Mas o Boyd K. Packer ganha de todos eles: arrogante, orgulhoso e totalmente antiguado. Dá asco vê-lo, ouví-lo ou ler o que prega. Felizmente cai fora desta mentira! Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quero cumprimentar-lhe por ter escolhido cair fora da Igreja. Esta nunca foi a obra de Deus. Ele não tem nada a ver com o mormonismo. Os seus líderes são, como você mesmo disse:arrogantes, orgulhosos e totalmente antiguados. Não consigo entender como permaneci tantos anos nesta farsa. Felizmente hoje tem internet que nos ajuda e muito. Um abraço.

      Excluir
  18. Não acho valido atacar pessoas que são falhas... etc... para derrubar uma obra... deve-se atacar a doutrina... e seus fundamentos como um todo... e ela se desaba por si própria... assim parecem uma bando de mexeriqueiras falando fofoca... sem compromisso... com a verdade... achometros... etc...

    ResponderExcluir
  19. Muito perturbador você publicar apenas os posts que vão de acordo com a sua ideia. Você deve torcer muito forte para que Deus não exista, tomara mesmo, porque se Ele existe, calúnia contra ungidos Dele, não serão facilmente esquecidas.

    ResponderExcluir
  20. Sou membro desde 1992 e sempre tive muito respeito pelas autoridades da igreja e sempre fui desde menino, ensinado a não tirar fotos com elas, pois denegrine a posição delas como representantes de Cristo.
    Uma pessoa procurar uma religião para ter esperança e espiritualidade para viver nesse caus que é hoje o mundo.
    A forma como vocês empoem suas conclusões não é diferente de nenhuma outra forma de manipulação para que os outros também aceitem seus argumentos.
    Parabéns por ser mais uma pessoa querendo ser o centro das atenções.

    ResponderExcluir