Traduza para outra Lingua!

terça-feira, 4 de agosto de 2015

IGREJA MÓRMON LIBERA FOTOS DA “PEDRA DO VIDENTE” UTILIZADA PELO FUNDADOR DA SEITA JOSEPH SMITH JR.


Por Peggy Fletcher Pilha | The Salt Lake Tribune
Publicado Inicialmente em 04 de agosto de 2015
Traduzido por Antonio Carlos Popinhaki

Uma fotografia de uma rocha oval de cor marrom de tonalidade suave foi mostrada no "printer's manuscript" of the Book of Mormon, após uma conferência para a imprensa nesta terça-feira, dia 04 de agosto de 2015, na Biblioteca de História da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, em Salt Lake City.
A Igreja Mórmon, pela primeira vez publica essas fotos, que consistem de uma pequena pedra sagrada, onde acreditam que o fundador Joseph Smith Jr. tenha usado para ajudar na tradução da história que se tornou a base dessa religião. Ao agir dessa maneira a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias deu mais um passo em seu esforço para ser mais transparente.  Com estes documentos históricos está tentando mostrar como foi, efetivamente que Joseph Smith Jr. formou a religião. (AP Photo / Rick Bowmer)
A Igreja SUD forneceu uma nova visão de suas origens nesta terça-feira, publicando no "printer's manuscript" of the Book of Mormon fotos da "pedra do vidente", uma rocha oval de cor marrom do tamanho de um ovo polido, que seu fundador Joseph Smith Jr. alegou ter usado para produzir a escritura sagrada, base da fé Mórmon.
Trata-se de uma publicação recém lançada chamada "Revelações e Traduções: Volume 3", a 11ª publicação do Projeto inovador Joseph Smith Papers, como parte de um esforço para ser "mais transparente" sobre o passado do mormonismo, disse o historiador da Igreja SUD Steven E. Snow numa entrevista coletiva à imprensa reunida.
Joseph Smith Jr. disse a todos que ele foi levado a um conjunto de placas de ouro que estavam enterradas perto de sua casa, essas placas continham o registro da história de antigas civilizações americanas e uma visita neste continente por Jesus Cristo. O profeta Mórmon disse que ele era capaz de "traduzir" o idioma "egípcio reformado", usando ferramentas espirituais, incluindo essa sua "pedra do vidente." 
Ele ditou a narrativa a vários escribas, incluindo o professor Oliver Cowdery, que escreveu as palavras do líder dos Santos dos Últimos Dias à mão. Cowdery, em seguida, meticulosamente copiou o manuscrito original para uma impressora para a definição do tipo utilizado na impressão do que viria a ser o Livro de Mórmon. Mais de 70 por cento desse documento original sofreu danos causados ​​pela água. A Igreja Mórmon na sua Biblioteca Histórica, localizada em Salt Lake City tem o que restou.
A "Cópia da impressora," no entanto, permaneceu com os seguidores de Smith que ficaram na região Centro-Oeste dos Estados Unidos, em vez de seguirem para Utah. E, em 1903, foi comprado pela Igreja Reorganizada de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, hoje, a Comunidade de Cristo.
Através dos anos, houve tensões surgidas entre essas duas asas do mormonismo. Mas, durante as últimas décadas, os historiadores têm construído pontes de acadêmicos entre a Comunidade de Cristo e a da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, que tem sua sede em Utah.
Num ensaio recente, a Igreja Mórmon explicou como Smith, de acordo com alguns relatos, utilizava a pedra do vidente. Ele olhava para dentro de um chapéu, para bloquear a luz exterior, e "lia em voz alta as palavras em inglês que apareciam no interior do chapéu."
"Como vários jovens da sua época, durante a década de 1820, Joseph Smith Jr., utilizou uma pedra do vidente para procurar objetos perdidos e tesouros enterrados", explicam no ensaio. "À medida que Joseph cresceu para entender sua vocação profética, ele aprendeu que ele poderia usar a pedra para um propósito maior, o de traduzir as escrituras."
Smith também usou duas pedras amarradas - conhecido como o Urim e Tumim - como "intérpretes".
"Alguns relatos indicam que Joseph estudou os caracteres das placas", o ensaio acrescentou. "A maioria dos relatos falam do uso do Urim e Tumim por Joseph (os intérpretes e as pedras videntes)".



2 comentários:

  1. antes de ver esta foto , pensei rapidamente e visualizei mentalmente ,quando li a texto acima ; que a pedra seria num formato circular ,achatada e semi-incolor , também tenho a opinião que ,parece com uma pedra comum ,mas o que esta pedra ,poderá dar um refrigero ,para a igreja ,sendo que na mesma se tem inúmeras evidências de tremenda pataguada ???? .

    ResponderExcluir
  2. Sinto pena por quem escreveu esse artigo... Principalmente por saber que teve tantos conhecimentos sendo Bispo e ajudando na obra do senhor aqui na terra. Sabe o qual sério é esse evangelho e o qual sério é brincar e difamar as coisas sagradas de Deus.
    Só tenho algo a dizer-te:
    Tenho pena por sua alma!
    Arrependa-se antes que chegue tarde demais !

    ResponderExcluir