Traduza para outra Lingua!

terça-feira, 23 de agosto de 2011

DEPOIMENTO E TESTEMUNHO!


Caro Antonio!

Gostaria que publicasse mais essa horrível experiência, se quiser me chamar de burra não acho ruim. Na verdade creio que fui mesmo!
Essa experiência que tive na igreja Mórmon foi a mais desastrosa e a que mais me marcou durante todos esses anos. Quero dizer que venho de uma família pobre e falo que sempre pertenci a classe C. Nunca tive muito apesar dos meus pais procurarem dar o melhor prá nós, nenhum de meus familiares se uniu à seita Mórmon. Sendo eu, a única a me filiar.
Na época, eu trabalhava com a primária e tínhamos uma Presidente que era muito querida por todos. Não sei o motivo, mas parece que quanto mais falsa a pessoa é, mais as pessoas gostam. Só para ter uma idéia, naquela época, a Secretária da primária estava tendo problemas  conjugais sérios e já estava à beira de um divórcio. E é óbvio que numa situação como essa, a Secretária necessitava de atenção e carinho. Na frente da Secretária, essa Presidente (que era solteirona) a abraçava, falava palavras lindas, mas metia-lhe o pau pelas costas. Um dia, no domingo, cheguei cansada (porque ia de ônibus prá capela) e essa Presidente xingando a Secretária de tudo quanto era nome, simplesmente porque a Secretária não pintou os cartõezinhos (aqueles cartões ridículos do tipo: “você cantou muito bem na Primária hoje”, “estamos orgulhosos de você”), do jeito que ela queria. Olhava para os cartões com desprezo e dizia: “Olha que porcaria! Gasta papel, canetinha, cola colorida e não faz uma coisa bem feita”. Aquilo tudo já estava me cansando, eu disse: “E porque você não fala isso a ela?” Parece que essa líder estava muito preocupada com as dificuldades conjugais que a colega estava passando. E quem passa por problemas dessa natureza, com filhos envolvidos, tem cabeça prá ta pintando papeizinhos no dia de semana, que logo vão parar no lixo???
Meu objetivo não  e falar dos problemas que vi, mas pelos que passei e mostrar a vocês como o mormonismo  cega as pessoas. Como já disse no início, eu era pobre e na época comecei a fazer faculdade. Vocês devem imaginar o quão difícil prá mim foi pagar um curso superior (na época não existia ProUni). Eu tinha que separar dinheiro prá condução, lanche, livros, Xerox, etc.
Foi no Dia das Crianças, no mês de outubro, que essa Presidente teve a genial idéia de fazer uma festinha na Capela. Prá isso, ela induziu não só a liderança da Primária, como todos os professores a contribuir com a festa. Era necessário que cada um doasse doces prá então comemoração. Ela não só induziu. Como nos manipulou prá comprarmos desses doces. Ela foi comigo num Atacadão e me olhando feio, me fez eu comprar uma caixa grande de paçoquinha e outra de pirulito. Prá quem tava numa situação econômica como a minha, vocês devem imaginar o sacrifício que eu fiz prá comprar esses doces.
A festinha seria num sábado às 3 da tarde. Ela nos “ordenou” que estivéssemos na capela às nove. Vocês podem pensar como alguém que diz ser servo de Deus tem  coragem de fazer algo do tipo. Digo a vocês que tem, e muito! E se pegar alguém cegado pela doutrina, a manipulação é certa!
Continuando com a história, minha Irmã, como não era da igreja pediu prá eu levar os filhos dela na festinha. Ela não havia planejado nada para as crianças e achou que uma tarde na igreja Mórmon ajudaria as crianças a se divertirem.
Acordei no sábado cedo e esperei minha irmã trazer as crianças prá mim. Como ela se atrasou cheguei à capela as 11 e não as 9 como a “chefe” havia ordenado. Vocês precisam ver a cara que a Presidente me olhou, era como se eu fosse uma funcionária qualquer da empresa dela. Mal falou com meus sobrinhos (o que doeu muito). Enquanto ela e as outras cuidavam da decoração, eu fui obrigada a limpar a sala  da Primária. Tirar o pó de tudo. Passar pano no chão, colocar as cadeiras no lugar… Quando deu uma hora da tarde, minha sobrinha reclamou que tava com fome. Ela ouviu minha sobrinha reclamar e já olhou feio, me impedindo de sair comprar um lanche prá eles.
As três, as crianças começaram a chegar (claro que a maioria foi prá comer), encontraram uma sacramental toda decorada, com palhacinhos, circo, barracas, mas não havia comida. A comida que eram algumas salsichas com pão prá hot dog, simplesmente foi esquecida de comprar pelo bispado que havia prometido.
Às 5 da tarde, as crianças depois de tanto pular e brincar estavam amarelas de fome. Às seis, a comida chegou. Lembrando que ainda era preciso esquentar as salsichas. Quando finalmente consegui fazer um lanche para os meus sobrinhos, eles já estavam com a barriga doendo de fome. Os lanches foram escassos e logo desapareceram no meio de tantos adultos e crianças.
Já era quase nove da noite quando finalmente consegui me livrar daquele inferno e chegar ao centro da cidade. Ofereci pastel para os meus sobrinhos. Minha sobrinha, que na época, ainda era criança teve mais consciência que a Presidente. Ela disse que não precisava, que “tava bem”. Eu disse a ela que a titia tinha dinheiro e podia comprar os pastéis. A fome do meu sobrinho era tão grande, que ele, com apenas cinco aninhos comeu três pastéis de uma vez. Depois veio sujinho, cansado, deitado nos meus braços no ônibus. Minha sobrinha como já era um pouco maiorzinha, me olhava indiferente. Ela sabia que aquele tinha sido o pior dia das crianças da vida dela.
Todas essas experiências ruins me fizeram pedir desobrigação do cargo dias depois. Mas não serviram para eu abrir meus olhos, quanto a falsidade do mormonismo. É um tipo de coisa que pode levar anos, talvez uma vida inteira prá pessoa se reerguer e aceitar a verdade dos fatos. Tenho certeza que uma pessoa “desprovida do espírito” não aceitaria nada do que eu aceitei, mas isso varia de pessoa prá pessoa. No meu caso, eu estava disposta a qualquer sacrifício em nome da igreja. Nunca deixei de pagar o dizimo, mesmo sabendo que talvez não tivesse dinheiro prá ir à faculdade. Foram necessários muitos casos como esse, da inexperiência e imaturidade de muitas pessoas que por “revelação” colocam como líderes, para eu abrir os olhos.
Trabalhei um tempo em uma empresa chamada N. L., vivia enganando pessoas dizendo que os produtos eram bons. Que aquele que entrasse prá empresa ganharia muito dinheiro. Prestava meu testemunho que o negócio valia à pena. Sempre comparei esse tipo de empresa com a empresa Mórmon. Você faz contatos, promove o mundo e o fundo, diz que a pessoa será rica e no fundo, quem realmente é rico é o dono da empresa.  Uma vez que sempre tem trouxas enganadas com a propaganda enganosa. A diferença entre essas empresas é que a primeira você pode ganhar alguns centavos em reais. Para aqueles que têm sorte de formar uma grande equipe até mais que isso. Já a segunda, você perde tudo, no meu caso, até a moral, porque aceitar ser manipulado por uma líder que não é sua chefa, não é sua mãe, não é nada, é perder tudo mesmo.
Esse é o tipo de cegueira que vemos na igreja e isso não é tudo. Têm pessoas que são capazes de dar casa, carro, grande quantidade em dinheiro como já foi feito no passado, tudo em nome da “obra de Deus.” Quero deixar claro, que não guardo magoa dessa Presidente. A raiva que tenho e de mim mesma. Como pude me humilhar e perder a postura por tantos anos? Como necessitei de óculos prá enxergar melhor e na época, não tive? Tudo que deixo é verdadeiro! Para aqueles Mórmons que querem contestar, que o façam. Mas ninguém pode negar a existência de lideres despreparados, da falta de amor e consideração com o próximo. Coisas essenciais é que encontramos na igreja. Para quem muito fala de testemunho, esse é o meu e que sirva de exemplo para muitas pessoas.

(+++++)

(A pedido da autora deste email, reservo-me no direito de não publicar seu nome completo, somente se ela mesma me autorizar. Tenho recebido dela, algumas outras histórias, que compartilharei aqui a seu pedido).

15 comentários:

  1. eu sentí o espírito santo muito forte ao lê esse testemunho!


    '

    eu tambem vi amigas minhas qui hoje sao exmormons falar esse tipo de coisa e hoje elas choram por ter acreditado em uma igreja onde nao tem a real inluencia do espirito santo e onde tem gente qui nao tem amor no coraçao!

    '
    eu sou catolica junto com toda minha familia... depois qui saí do mormonismo fiquei atéia e ate fiz parte de grupos'ateus qui sao semelhantes a igrejas, mas a diferença é qui sao grupos formados por ateus e sem dogmas e exercitando sempre o livre arbitrio. mas acabei voltando pra igreja catolica qui é a religiao qui eu e minha familia pertenciamos antes de ir pra igreja dos mormons! mas clero leigo faz muita coisa errada e comete muitas injustiças! na igreja catolica o clero é pago e assim eles tem de ter cuidado pra nao fazer injustiças, porque eles dependem de nós... mas mesmo assim é complicado pertencer alguma religiao qui nos aprisiona retirando nosso livr arbitrio.

    ResponderExcluir
  2. Amiga!
    Eu chorei de comoção por saber de tamanha malvadeza dessa Presidente da Primária. E o Bispo? Esqueceu de comprar as salsichas? Como é que o "Reino de Deus" pode ter gente deste calibre? Coitadinhas das crianças. Depois os Mórmons passam por algumas dificuldades e não entendem porque disso. Pela ruindade deles. Mesmo que inconscientemente, muitos Mórmons mais prejudicam do que ajudam as pessoas. Com certeza amiga, esse não é o Reino de Deus na terra.

    ResponderExcluir
  3. Está mais que provado pelo relato de seu blog, que seguir a igreja mormon é muita loucura, angústia, nervos à flor da pele e lidar com pessoas neuróticas e atrapalhadas, que nem sequer respeitam os sentimentos e necessidades de crianças, adolescentes, adultos e idosos.

    ResponderExcluir
  4. Acreditar em mitos de deuses é garantia de decepção mais dia ou menos dia.

    ResponderExcluir
  5. Ernesto Che (ex presidente de estaca)24 de agosto de 2011 08:42:00 BRT

    OLÁ MEU CARO, SEU BLOG ESTÁ ATINGINDO O OBJETIVO, MUITAS PESOAS ESTÃO TENDO A OPURTUNIDADE DE EXPRESSAR A FRUSTRAÇÃO QUE TIVERAM NO MORMONISMO. LHE ENVIEI UMA EXPERIÊNCIA QUE TIVE QUANDO BISPO RELACIONADA COM A OBRA MISSIONÁRIA DA IGREJA.

    ESTE BLOG SERVE DE ALENTO PARA NÓS QUE HOJE PODEMOS EXPRESSAR LIVREMENTE O QUE SABEMOS SOBRE A IGREJA E O QUANTO NOS SENTIMOS POR NÃO SERMOS MAIS MORMONS.

    EU DIRA; MUITOS ESTÃO SAINDO DO ARMÁRIO...RSRSRSRS
    NA VERDADE OS ÚNICOS SITES QUE FALAM SOBRE O QUE D FATO É A IGREJA DE JESUS CRISTO DOS SANTOS DOS ÚLTIMOS DIAS SÃO OS SITES DE PESSOAS QUE TIVERAM BEM DENTRO DESTA SEITA E QUE CONSEGUIRAM SOLTAR-SE DE SEUS GRILHÕES E POR EXPERÊNCIA CONHECEM O REAL MORMONISMO.

    ResponderExcluir
  6. Querida, vc não foi burra. Só pensou estar fazendo a coisa certa. Vc ama a Deus e fez tudo o que pôde para agradá-lo. O que vc não entendia, era que Deus não se agrada desta seita.
    Agora está td bem. Sei que será difícil começar tudo de novo, depois de ter sido tão enganada, mas saiba que Deus pode curá-la, basta vc crer.
    Fiquei muito comovida com seu depoimento e estarei orando por vc.
    Que Deus possa devolver-lhe tudo o q esta seita lhe roubou.

    Seja muito feliz!
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  7. HAHAHAHA
    QUE RIDÍCULO!!!
    CADA DIA ME SURPREENDO COM SUAS HISTORINHAS INVENTADAS!!
    TEM TEMPO, MESMO!!!
    SÓ VOCÊ PRA ACHAR QUE ALGUÉM ACREDITA NISSO!
    BOM, QUEM ACREDITA E ATÉ "SE EMOCIONA" SÃO SÓ OS SEUS "MUITOS" 3 OU 4 SEGUIDORES!!
    SE É QUE DÁ PRA CONTAR ESSA JULIANA ANALFABETA!!
    VÁ APRENDER A ESCREVER CORRETAMENTE, GURIA!!
    COM CERTEZA O POPI FICA RINDO DA SUA IGNORÂNCIA!!
    HAHAHAHAHAHAHA
    ATÉ QUE ESSE BLOG SERVE PRA ALGUMA COISA, PELO MENOS DOU BOAS RISADAS COM O QUE VEJO POR AQUI!!
    KKKKKKKKKKKKKKK

    ResponderExcluir
  8. Anônimo!

    Não seja ridículo. Se você acha que está abafando tentando jogar um contra o outro nesse blog pode tirar o cavalo da chuva. Eu e a Juliana somos amigos e eu nunca critiquei ela por nada. Ela é uma excelente pessoa. Você deveria conversar com ela e aprenderia muitas coisas novas e importantes para a sua vida. Não ficaria mais dependente de uma doutrina que mais mal faz do que bem. Sabia que eu descobri ontem no jornal Deseret News que 46% dos universitários da Universidade de Utah já tentaram algum tipo de suicídio? Isso será publicano na semana que vem, porque nesta semana temos muitos depoimentos de pessoas que sofreram muito com o mormonismo. Te dou um conselho, peça para se internar por um ano para livrar-se do mormonismo. Não vá mais na Igreja e deixe de orar ao Deus Mórmon. Ele não tem poder. Ele não existe. Entre para uma instituição que possa se preocupar com as pessoas e não simplesmente aparecer na televisão em feriados, pintando praças e dando bonecas para as crianças com a Globo filmando. Isso nunca foi caridade. Peça para se internar.

    ResponderExcluir
  9. Ernesto Che (ex presidente de estaca)24 de agosto de 2011 16:32:00 BRT

    OLHA ANTONIO,TODO CRENTE É INTOLERANTE. E ISTO É O SUFICIENTE PRA SATISFAZER A ARROGÂNCIA MORMON DE NÃO ACEITAR SE QUER UMA OPINIÃO CONTRÁRIA.

    FALAMOS APENAS SOBRE O MORMONISMO POR AQUI, IMAGINA SE FOSSEMOS FALAR DO JESUS HISTÓRICO,DE QUE ELE, O JESUS HISTÓRICO É BEM DIFERENTE DO JESUS MISTIFICADO PELAS RELIGIÕS? E ISTO TAMBÉM É UM FATO!

    AS PESSOAS DENTRO DA IGREJA SE QUER SE DÃO CONTA DA HIPNOSE COLETIVA A QUAL SÃO SUBJUGADOS.

    PASSAM A ACREDITAR EM QUALQUER COISA MESMO QUE SEJA PROVADO HISTÓRICA E CIENTIFICAMENTE QUE ESTÃO ERRADOS.

    É...RELIGIÃO ATROFIA MESMO A MENTE DAS PESSOAS, MAS TUDO BEM, EU SOU CONTRA QUALQUER RELIGIÃO. NO ENTANTO PRECISAMOS CONSIDERAR AS POUCAS PESSOAS QUE MESMO COM UMA RELIGIÃO SÃO CAPAZES DE QUESTIONAR ALGUMA COISA. MAS QUEM SÃO ELAS MESMO?

    ResponderExcluir
  10. Obrigado pelas palavras de conforto que me deram,como o Ernesto disse muitos querem sair do armario e eu sou uma delas, voces nao imaginam como foi uma terapia pra mim escrever esse depoimento e desabafar aqui no blog! Parece que finalmente consegui tirar o peso desse passado que me aprisionou por anos,essa foi a pior experiencia que tive na igreja mormon,houveram outras mas creio que essa foi a mais marcante por envolver criancas, sendo essas meus sobrinhos. Sou grata pela compreensao de voces,sei que nao fui a unica a passar por experiencias desse tipo, deve existir casos e mais casos so que infelizmente as pessoas parece ter medo de falar.Nao sou contra mormon algum, se alguem quiser persistir na crenca que continue, mas espero que essa historia sirva pra muitos deles nao cometer os mesmos erros que eu cometi, facam o que podem, o que estiver ao alcance e nunca deixem lideres com cargos mais alto tomar a posicao de chefe, de comandante de voces, eles nao sao e nao podem exercer tal funcao, nao deixem que a doutrina cegue voces a ponto de perder o equilibrio mental.

    Juliana,
    Percebi que voce e uma pessoa muito boa, sua filosofia de vida e parecida com a minha. Esqueca as criticas e siga em frente com aquilo que acredita, Deus nao ira castigar ninguem porque essa nao e a doutrina dele, nao e a forma que ele gostaria que tratassemos nossos irmaos, abracos e continue assim, voce e uma filha especial de Deus!

    ResponderExcluir
  11. ¨ ¨ Juliana

    '


    brigaada amiga! muita luz e paz pra voce e qui voce se fortaleça a cada dia qui passar!

    ResponderExcluir
  12. Será que este anônimo q deu grandes gargalhadas e chamou a Juliana de analfabeta é mórmom??
    Claro que é. Quem seria tão arrogante, senão um mórmom?

    Pois então, saiba estimado, q muitos são os seguidores deste blog, não só por conhecerem a honestidade de quem o fez, mas tbém por estarem através dele, conhecendo a verdadeira mentira q é o mormonismo.

    Sinta-se a vontade para viver esta mentira.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  13. À anônima autora do depoimento,


    Querida, não se sinta mau e nem guarde essas recordações horríveis. Vc não foi burra, foi apenas mais uma vitima dessa seita que só produz gente doente. Graças a Deus vc viu, percebeu onde estava e saiu em tempo e o melhor, não se deixou contaminar com a "doença" deles.
    Pode ter certeza que nós aqui q conhecemos a "sud" passamos por experiências semelhantes e até piores q a sua viu ?!
    Fica com Deus e se sinta muito agradecida por ele ter te livrado dessa escravidão.

    ResponderExcluir
  14. (Via Facebook)!

    Juliana Duarte Vilane

    pois é... muita gente nas outras religioes consegue sentir de modo forte o espirito santo, mas os mormons dizem qui o qui muita gente membro das outras religioes sentem, nao é o espirito santo, é outra coisa pior, mas nunca será o espirito santo porque o espirito santo so opera dentro do mormonismo e so testifica da igreja'mormon. nas outras religioes existe imumeros casos de membros qui sente o espirito santo de modo forte, com os mesmo sentimentos qui os mormons falam e como ta descirto na biblia.

    ResponderExcluir
  15. Ei vc anônimo que gosta de rir, não se esqueça que rir de tudo é sinal de desespero.

    ResponderExcluir