Traduza para outra Lingua!

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

O DECLÍNIO SISTÊMICO!


Lembram dessa projeção? O sociólogo americano em religião, Rodney Stark previu em 1998, afirmando para os Santos dos Últimos Dias (SUD), que a igreja aumentaria para 265 milhões de membros até o ano 2080. Ou seja, de acordo com essa previsão, ela será a única grande religião mundial que surgiu, desde o aparecimento do Islã, no século VII. Caso se concretize, essa previsão será, sem dúvida, um sucesso imenso para o mormonismo.
Andei pesquisando sobre o assunto e concluí que a tendência de crescimento é exagerada. A projeção de Rodney Stark de 265 milhões de membros Mórmons é discutível. Estatisticamente, seus cálculos não estão errados. Mas serão necessários mais do que dados estatísticos, segundo os números fornecidos pela própria Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dais, para traçar uma projeção de crescimento real para o futuro do mormonismo. Portanto a projeção não está correta!  Através de uma pequena e simples análise técnica olharemos agora para os dados, a partir de ângulos diferentes. Isso nos dará diferentes interpretações. É possível que Stark tivesse projetado os resultados baseado na época em que a igreja cresceu em taxas exponenciais. Uma retrospectiva, no entanto mostra que o crescimento do mormonismo, provavelmente, já atingiu seu pico durante a década de 1980.
As estatísticas são interessantes. Vamos esquecer os números absolutos, e focar em taxas de crescimento: Vamos usar a seguinte fórmula:



Vamos agora fazer alguns cálculos anuais, de dez em dez anos:



Agora vamos dar uma olhada na produtividade dos missionários da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Usaremos novamente escala de tempo de 10 anos.




Considerando o número de missionários por milhão de membros, a força missionária enfraqueceu 32%!

1989 havia 39.739/7  = 5.677
1999 havia 58.593/10 = 5.859
2009 havia 51.736/13 = 3.979

Ou de outra forma: Para manter a mesma proporção que havia em 1989, em 2009 deveria haver 5.677x13 = 73.801 missionários, como só havia 51.736, em força relativa houve um enfraquecimento de aproximadamente um terço! Mesmo que mantivessem a proporção, ainda assim, não demonstrariam crescimento algum. Seria como se estivessem estacionados. Sendo assim, como é que a projeção do senhor Rodney Stark, de 265 milhões de membros Mórmons para o ano de 2080 se concretizará? Creio que não vai se concretizar. Os números não mentem. A não ser que apareça algum milagre no meio do caminho. Como uma confecção de placas de ouro em lâminas para tentar convencer a humanidade de que o mormonismo é correto. Acho que não ousarão fazer isso. O mormonismo está muito em evidência. Existem muitas pessoas, de olho nas atitudes dos líderes da Igreja SUD. Não creio que farão algo que possa comprometê-los mais ainda com a ética. Além do mais, o livro de Mórmon já está descartado pela humanidade como escritura inspirada.

Fontes para elaboração do texto:

            http://sobreomormonismo.blogspot.com/2011/07/o-segredo-de-sucesso-da-mormon-inc.html


www.lds.org



Esta página da web não tem direitos autorais! Foi escrita por Antonio Carlos Popinhaki, a partir do conteúdo referenciado. Sinta-se livre para usá-la sem fins lucrativos: Somente peço o referenciamento, onde for publicada e enviar-me um e-mail para popivhak@gmail.com


5 comentários:

  1. Acredito também que o estudo apresentado é exagerado e que dificilmente o mormonismo chegará a essa cifra. Partido do pressuposto que a "poligamia" não tivesse cessado e tivesse continuado em todos os países ocidentais (isso é uma utopia) só assim o mormonismo teria condições de crescer do jeito que o estudo mostra, fora disso sem chance
    Sabemos pela bíblia que a poligamia antiga foi apenas uma exceção e não uma regra e que ela é repugnada pela maioria das pessoas civilizadas.
    Os mórmons tem umas doutrinas muito estranhas e que afirmam que voltarão (restauração), tais como: poligamia,sacrificio de animais, etc... tudo isso o mundo repugna. É contramão de tudo. Com isso só tendem a decrescer.

    ResponderExcluir
  2. Meu amigo do céu!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    VC É ECONOMISTA!

    PELO AMOR DE MEUS SAPATOS VELHOS! SUA ANÁLISE, ALÉM DE SER SUPERFICIALÍSSIMA, É EXTREMAMENTE TENDENCIOSA! DEVE TER TIRADO ZERO EM ESTATÍSTICA.... KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    E ESSE EDSON! QUANDO VC DEU PARA ELE FICAR TE ELOGIANDO NO BLOG?
    HAHAHAHAHAHAHA

    ResponderExcluir
  3. Anônimo!

    Gostaria que você tivesse a coragem necessária e se identificasse. Ficaria mais válido tuas insinuações maldosas. Não tirei zero em estatística, muito pelo contrário. O Edson é leitor assíduo porque ele quer. Nunca pedi para ele me elogiar no blog. Apenas o faz porque é uma pessoa sensata e inteligente. Ele também, como eu, sofreu com essa doutrina alienatória chamada mormonismo.
    Espero que você seja mais inteligente na próxima vez que comentar aqui.

    ResponderExcluir
  4. Quer dizer então que quem não concorda com você ou te elogia não é sensato e nem inteligente? Poxa Popinhaki aí você pegou pesado...

    ResponderExcluir
  5. Antonio, obrigado pelas informações!
    Agora você fez um post embasado em dados concretos, algo que eu estava buscando!

    A Igreja de Cristo aumento e diminuiu em sua quantidade de membros muitas vezes ao longo de sua existência. Tanto a Bíblia quanto o Livro de Mórmon demonstram isso em sua cronologia.

    Porém, Antonio, a verdade é eterna, tenha ela poucos ou muitos seguidores.
    Ainda que a Igreja decresça e caia pela metade, ou que nenhum ser na face da Terra queira segui-la, se ela é verdadeira, continuará sendo. E o inverso também é verdade: ainda que a Igreja batize todos os habitantes da Terra, se ela for falsa, continuará falsa.

    Ainda assim, quero reconhecer que este post, diferente dos demais, apresenta dados concretos embasando suas afirmações! Por favor continue assim, pois não gostaria, depois de tantas postagens, concluir que você está apenas querendo manipular pessoas a não acreditarem mais na Igreja.

    ResponderExcluir