Traduza para outra Lingua!

domingo, 22 de janeiro de 2012

EX-MÓRMON DE VARGINHA/MINAS GERAIS

Boa noite Antonio Carlos!
Há algum tempo eu sou leitor de seu blog “sobre o mormonismo” e gosto muito das publicações. Hoje vou contar como entrei para a igreja dos Mórmons e como Deus me resgatou de lá.
 Há três anos, eu comecei a trabalhar em uma empresa onde eu conheci um membro da igreja. Pelo fato da gente trabalhar no mesmo setor, conversávamos muito. Então ele me falou da igreja. Eu fiquei encantado, pois ele é uma pessoa muito honesta e de uma conduta exemplar. Daí ele mandou os missionários na minha casa e eles começaram a falar sobre o livro de Mórmon, que para mim contava apenas a história de um povo que veio para as Américas. Quanto à parte espiritual, não confrontava a bíblia. Apenas confirmava que Cristo era o messias e salvador.  
Sofremos uma certa pressão para nos batizarmos. Como não tínhamos muito conhecimento bíblico e pouco conhecimento Mórmon, nos batizamos. Minha esposa teve muito afinidade com os missionários que foram até minha casa. Nesta brincadeira batizamos cinco pessoas da minha casa, eu minha esposa e três filhos.
Começamos a frequentar as aulas de “princípios do evangelho”. Aí começou para mim, “o inicio” de um grande problema, pois o professor começou a ensinar coisas que confrontavam com o pouco que eu conhecia sobre a bíblia. Quando eu lhe pedi uma explicação mais detalhada, dizendo-lhe que aquilo que ele ensinou confrontava o ensinamento bíblico, a resposta (dele) foi que o livro de Mórmon, Doutrinas e Convênios e Pérola de Grande Valor eram livros mais importantes que a bíblia. Pois a bíblia não era confiável (o tema que estava em debate era que Deus, um dia, já foi homem como nós). Eu argumentei com ele o seguinte: que se Deus já foi homem como nós, então nós estávamos adorando o deus errado, pois nós deveríamos estar adorando o pai dele. Isso, se o pai dele também não tivesse sido criado. Pois se tivesse sido criado, nós teríamos que buscar quem o criou. E também este deus que ele disse que já teria sido um homem não era um deus era um semideus, pois tinha começo.
Então, tudo que eles faziam era me enrolar e não me davam nenhuma resposta consistente. Daí eu vi que tinha entrado numa fria, e comecei a investigar a igreja e confirmaram-se minhas suspeitas de que tudo era uma ilusão, controlada pelas autoridades Mórmons.
Chamei o Presidente do Distrito e disse a ele que não acreditava nas doutrinas da igreja. E ainda, acreditava que Smith nunca viu Deus. Que ele mentiu em beneficio próprio e que seu caráter era duvidoso. Então o Presidente do Distrito me deu o cargo de 1º Conselheiro do Ramo, disse que eu estava sendo provado e que o cargo me ajudaria a ter um verdadeiro testemunho. Eu recusei, mas ele praticamente pediu “pelo amor de Deus” para eu aceitar. Foi um desastre! Pois eu logo percebi que era uma manobra para me segurar na igreja e que não deu certo.
Como se não bastasse, eu vi vários homens ali (na igreja Mórmon), que no púlpito tinham um testemunho que fazia a gente chorar. E quando saiam dali (da igreja Mórmon) tinham uma vida de adultérios. Eram pessoas que já tinham sido Bispos em Estacas. Vi outro homem deixar a mulher e filho em dificuldades, em casa e levar filhas de membros para o motel (Presidente do Ramo). Vi também, um missionário que chegou da missão e tomou a mulher de um membro e andava com ela, inclusive na “reunião sacramental” juntos e tendo chamado e tudo.
Somando todos estes exemplos que eu vi, mais as pesquisas que eu fiz eu gostaria de deixar meu testemunho:
“Que eu sei que a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias jamais pregou a verdadeira palavra de Deus. E sendo assim, ela nunca foi a ‘igreja verdadeira’, e que seus ensinamentos nos afastam do centro da vontade de Deus, e que Joseph Smith nunca foi um profeta de Deus, e que suas revelações são artimanhas para levar as pessoas honestas e idôneas para ficarem sujeitas as suas vontades. Joseph Smith disse: que com exceção de Jesus Cristo. ele foi o homem mais importante da face da terra. Para mim, ele foi o maior ‘safado’ que já existiu em todos os tempos, ganhando até do Edir Macedo. Se Joseph Smith fosse vivo hoje, ele seria condenado por: formação de quadrilha, estelionato, pedofilia, bigamia, invasão de propriedade, etc, etc, etc... e ainda tem gente que diz que este sujeito é um profeta de Deus. Qual Deus vai ter um profeta tão ordinário como este cidadão foi? E ainda dizem que ele foi para a prisão como um cordeiro. Que cordeiro o “escambau”! O homem matou dois, antes de morrer. Ele está mais para bode do diabo! Desculpe-me Antonio Carlos, mas eu fico maluco. Como uma estória desta pode colar? Hoje estamos no tempo da internet. É uma facilidade para qualquer um investigar as coisas. E os membros Mórmons continuam usando a viseira que seus líderes colocam nos seus olhos. O Presidente do Ramo disse para eu investigar dentro dos livros da igreja. É como pedir a um criminoso para levantar provas contra si mesmo. Ou então, o mesmo que te chamar de ‘otário’ na cara. Fora as ameaças que eu recebi quando comuniquei a minha saída, quanta maldição jogaram contra mim?"
Antonio Carlos! Se você quiser editar o meu email e colocar o conteúdo de forma que venha ajudar a tirar a venda dos olhos deste pessoal, você tem toda liberdade. E que você continue com seu blog, pois ele é uma referência para ajudar as pessoas a se libertar do mormonismo!
Obrigado. 
Aguinaldo Sanches
Ex-Mórmon de Varginha/Minas Gerais

8 comentários:

  1. Seja bem vindo Agnaldo, sua história é igual a de muitas pessoas que conseguiram libertar-se dos grilhões do mormonismo. Como acreditar numa religião que tinha como ensinamentos: que Deus era Adão,e teve relações com Maria, que Jesus era polígamo e irmão de lúcifer,e que um homem só poderia se exaltado se casasse com várias mulheres(selamento),que eles "apóstolos" não foram chamados para pregar o evangelho aos negros, que o livro de mórmon é o mais perfeito da face da terra, que não existe salvação sem aceitar joseph smith como profeta entre tantas heresias, muitas delas omitidas nos dias de hoje, mas que no passado foram consideradas infalíveis e eternas!
    Nos dias de hoje, exercer uma fé cega sem questionar e ter alguém para idolatrar parece uma necessidade vital para o ser humano!
    grande abraço!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agnaldo,

      Seja bem vindo a realidade! Comigo aconteceu o messo, comecei a duvidar nao so da doutrina como do carater das pessoas.

      Eu ia para igreja mas fui percebendo que voltava com a estima baixa, triste, frustrada, fui percebendo que dentro do mormonismo nao estava feliz.
      Chegava dia de domingo via muita dispulta de mulheres casadas, com filhos que deveriam seguir o exemplo de Cristo. As poucas e raras visitas que recebia das professoras viistantes era sempre um problema, quando elas deixavam minha casa sentia o ar "pesado". Era sempre uma dupla nova e iam mais pra reparar a casa do que com o objetivo principal de deixar uma mensagem edificante.

      Depois comecei a perceber que eu nao era a unica infeliz, a maioria das mulheres ali estavam amarguradas. Percebi que essas mulheres nao aproveitavam a vida em nada e pensei: "O que faco? Continuo com essa amargura, voltando da igreja mais triste do que indo? Onde esta o espirito de Cristo?"

      A gota final foi num discurso, uma estudante da BYU deu todo curriculo dela, que so faltava um semestre para obter o diploma, que o marido e piloto de aviao, que isso, que aquilo mas nao falou de Cristo e muito menos deu uma mensagem inspiradora.

      A outra mora de frente a minha casa, por ela ser filha de uma autoridade governamental (o pai tambem e mormon) imaginava que deveria ser mais humilde, que nada! Pior foi quando o pai dela tomou o lugar de Jesus Cristo no dia que visitou a capela, o povo faltava beijar os pes do homem, nesse dia ele foi mais importante que Joseph Smith.

      A igreja mudou a hora, todo ano aqui eles mudam algo e in(felizmente) esse ano esta comecando as nove da manha.

      Eu ja acordo cedo todos os dias, chega dia de domingo ter que madrugar para estar na igreja as 8:40 da manha pra ouvir besteiras, perder meu tempo com gente racista, nem pensar!

      Ontem tive a oportunidade rara de ficar ate tarde estudando, sem me preocupar em levantar cedo e cumprir obrigacoes impostas por doutrinas falsas, esquentei uma boa xicara de leite com chocolate enquanto me deliciava ouvindo musicas brasileiras (MPB). Levantei tarde (dez da manha) e feliz! Abri as janelas, deixei os raios de sol (apesar do frio) entrar em minha casa, em minha vida. Senti mais a presenca de Deus do que ficando tres, quatro horas em reunioes que nao nos levam a nada.

      Diferente de voce ainda nao comuniquei nada ao bispo porque ninguem perguntou o porque de minha ausencia, mas nao penso duas vezes se vierem me interrogar.

      Estou feliz e isso que importa!

      Excluir
  2. a775:
    Tenho o mesmo sentimento que você!Enquanto eu era "obrigado" a estar na ala para assistir à discursos nada inspiradores,e quando havia "testemunhos" era terrível,todos pareciam robôs programados! Cansei de ver as pessoas lamentarem por passarem "provações"(falta de $$ e depressão sempre em maior grau entre muitas cisas que nem vale a pena numerar)mas orgulharem-se de serem "fiéis" pagadoras do dízimo etc...cansei de ficar em casa aos domingos lendo o livro de mórmon(pois para a igreja,este é o verdadeiro "cristão") enquanto isso no outro mundo(planeta terra) percebi que as pessoas eram prósperas,felizes,bem casadas,irradiantes etc.. e sempre que eu questionava, não faltava pessoas a dizer: que era uma falsa felicidade, quanta mentira, quanto engano, eu ouvi nesses 10 anos seguindo igrejas!
    Hoje sou feliz e LIVRE, não mais escravo das algemas das doutrinas delirantes de humana invenção! mas acredite:levo uma vida muito mais reta do que muitos na igreja,estou na melhor fase da minha vida profissional, voltei para Portugal,que era meu grande sonho e vou realizar um outro,(pois adoro crianças)mas este prefiro não mencionar,pois não faço para ser visto pelos homens(mãos que ajudam etc..)mas fico a pensar:o que vai ser daquelas pessoas infelizes e frustradas dentro do mormonismo que por pressão da família,ou por doutrinas de condenação,inferno,abismo etc.não conseguem livrar-se dessas amarras! será que Deus irá condená-las por isso? por não mais seguirem a "igreja verdadeira"?é preferível para Deus, que as pessoas continuem frustradas, reprimidas e infelizes? Essa é a verdadeira religião?
    Desejo do mais fundo de minha alma que estas pessoas um dia voltem a ter felicidade novamente!!
    ,

    ResponderExcluir
  3. É BOM QUE PESSOAS QUE VIVENCIARAM CONTE SUAS ESPERIENCIAS ,PRA QUE AS PESSOAS DEIXE DE SEGUIR QUALQUER PESSOA,E SIGA A VERDADE CRISTO

    ResponderExcluir
  4. Tem coisa certa e coisa errada em todas as religiões. Não existe palavra certa de deus ou verdade absoluta. Cada um faz o que quiser de sua vida, mas esse relato não passa de um BLA BLA BLA de crente medíocre que acha que tem toda a verdade.

    ResponderExcluir
  5. Tem coisa certa e coisa errada em todas as religiões. Não existe palavra certa de deus ou verdade absoluta. Cada um faz o que quiser de sua vida, mas esse relato não passa de um BLA BLA BLA de crente medíocre que acha que tem toda a verdade.

    ResponderExcluir
  6. sem comentario mais palavras de pessoas que entrararm para a igreja e não cumpriram os mandamentos , sou membro a 12 anossou muito feliz la , tenho o testemunho da restauração do evangelho nestes ultimos dias sei que deus vive e me ama também sei que a igreja de JESUS CRISTO DOS SANTOS DOS ULTIMOS DIAS É VERDADEIRA vai ser hoje amanhã depois quer queiram ou não podem falar , montar blogs o que quizerem se estão falando tantas asneiras é por que ; volto a dizer não cumpriram mandamentos e é mais facil achar faltas nas pessoas do que reconhecer seus propios pecados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como eu queria que estivesse certo. Pelo menos, pediria desculpas aos leitores do blog e voltaria para o mormonismo. Mas é impossível isso. Não há nenhum fundamento em praticamente nada que vem desta doutrina. É uma seita vil que só busca riquezas, poder e status. Por favor, leia mais no blog e em outras fontes confiáveis o que é de fato o mormonismo.

      Excluir